4° BEC E A PREFEITURA ARTICULAM AÇÕES DE COMBATE AO AEDES AEGYPTI EM BARREIRAS

IMG_7569_opt

O Prefeito em exercício, Paê Barbosa, acompanhado da Secretária Municipal de Saúde, Regina Figueiredo, esteve no início da tarde dessa quarta-feira, 10, no 4° Batalhão de Engenharia e Construção em encontro com o Tenente Coronel Francisco Couto, Subcomandante Coronel Vidal e o Capitão Sérgio Melo, para traçar as ações de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti no município.

No próximo dia 13, sábado, as Forças Armadas estarão em todo País mobilizado, e em Barreiras os militares do Exército irão às ruas para distribuir material impresso com orientações para a população sobre como manter a casa livre dos criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika vírus.

De acordo com Paê, essa participação é de fundamental importância para Barreiras. “Com o Exército temos mais condições de evitar a proliferação, eliminar focos e impedir o nascimento do mosquito transmissor”, disse o Prefeito em exercício.

Entre os dias 15 e 18 de Fevereiro, os militares retornarão aos bairros acompanhados dos Agentes de Endemias para exterminar nascedouros em possíveis locais de proliferação, orientando os moradores e, se for o caso, fazendo aplicação de larvicida em criadouros.

De acordo com o Comandante do Exército, essa ação é organizada pelo Ministério da Defesa e tem como objetivo eliminar o mosquito Aedes, com a colaboração da população.

“ Os militares do Exército estarão mobilizados no próximo sábado em todos os bairros de Barreiras com ações educativas, e no período de 15 a 18 de fevereiro, atuando diretamente na eliminação do Aedes aegypti, numa força tarefa nacional com o envolvimento das autoridades e dos agentes locais de saúde”, afirmou Couto.

Nessa mesma reunião o Professor e Pró-Reitor de Extensão da Universidade Federal do Oeste da Bahia – UFOB, Paulo Baqueiro, representou a Instituição que atuará com voluntários nas escolas de Barreiras na conscientização dos professores, crianças e adolescentes sobre como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti. A Secretária Municipal de Saúde destacou a presença do Exército nas ruas e da mobilização da Universidade nas escolas.

“Ações como esta complementa o trabalho permanente de nossa equipe de Endemias e convoca a sociedade para impedir o avanço do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika vírus, e o surgimento de casos de microcefalia em nosso Município”, Concluiu Regina Figueiredo.

Os Militares que irão a campo, receberão orientações dos profissionais de saúde nessa sexta-feira,12, no próprio Batalhão.

ASCOM

Alô Alô Salomão

consultnvnghd,j img grande_opt