Acadêmicos da FASB participam de atividades lúdicas e recreativas nas comunidades

Por compreender a importância das atividades práticas no desenvolvimento do processo ensino-aprendizagem, a Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB) tem incentivado, em todos os cursos, que seus alunos promovam e participem de projetos junto às comunidades da região Oeste. Dois eventos, que servem para ilustrar essa forma de enxergar as relações entre a instituição e a sociedade, ocorreram no último dia 24 de novembro. O primeiro, uma manhã recreativa no povoado de Mucambo, na zona rural de Barreiras, e o segundo, a entrega de brinquedos e alimentos para crianças que vivem sob a ponte que liga o centro da cidade ao bairro Barreirinhas, via BR-242.

Esses momentos especiais, em que teoria e prática se encontram, permitindo uma formação com maior qualidade para o futuro profissional, são propícios para interação, movimento e muita diversão. “O lugar escolhido para essa atividade foi a Escola Abílio Faria, no povoado do Mucambo. Participaram dessa manhã recreativa cerca de 60 crianças, com idades entre 6 e 14 anos”, explicou a professora de Educação Física, Carolina Adam. “Mesmo sem espaço adequado e vestimentas apropriadas, as crianças aproveitaram o máximo a presença dos acadêmicos do curso e se divertiram muito com os jogos e brincadeiras”, disse a docente, que, na atividade citada, avaliou os alunos do 2º semestre na disciplina “Jogos e Recreação”.

Em seguida, foi realizada a segunda ação do dia, com as famílias que vivem debaixo da “ponte de cimento”. No local, foram entregues para as crianças, brinquedos de sucatas produzidos pelos próprios acadêmicos e alimentos não-perecíveis. A confecção dos brinquedos de sucata faz parte do cronograma da disciplina de “Jogos e recreação” e é pré-requisito de nota. “Gostei muito de vivenciar uma manhã recreativa com as crianças no Mucambo e, em seguida, entregar brinquedos recicláveis produzidos por nós mesmos e alimentos. Pude ver que com tão pouco podemos proporcionar muitas alegrias a quem precisa de apoio. Além disso, foi uma dinâmica lúdica, criativa, que estimula a reciclagem”, pontuou o estudante Josias Castro Frota Neto, do 2º semestre do Curso de Educação Física da FASB

Araticum Comunicação

Alô Alô Salomão