ACUSADO DE INTEGRAR QUADRILHA DE ROUBOS NO NORTE, NORDESTE E CENTRO-OESTE É EXECUTADO EM BARREIRAS

dscf4539_opt

Cleverson Pereira da Cruz, de 43 anos, vulgo “Bahia”, natural de Barreiras, acusado de integrar uma quadrilha envolvida com diversos roubos, na região nordeste e centroeste do país, foi morto com vários tiros de pistola, provavelmente 380, no momento em que estacionava o automóvel em sua garagem, por volta das 20h 00 desta segunda-feira, 12. Os autores dispararam pelo menos nove tiros pelas costas, atingindo principalmente a nuca da vítima, que morreu encostada ao volante.

c_opt

O delegado Francisco Carlos de Sá acompanhou o trabalho de perícia do Departamento de Polícia Técnica e iniciou os trabalhos de investigação. Ele afirma que o crime foi praticado por dois ocupantes de um veículo Fiat, cor vermelha, que possivelmente, estavam seguindo o carro de Cleverson.

d_opt

O trabalho pericial da polícia científica demorou aproximadamente uma hora. Policiais militares deram apoio à equipe do DPT, ajudando resguardar o local do crime. Uma multidão permaneceu em frente ao prédio, até a remoção do corpo para o IML regional.

Em 09 de maio de 2013, Cleverson estava entre os presos da operação “Dilúvio”, que cumpriu 76 mandados de prisão temporária e 105 de busca e apreensão de drogas e medicamentos, um caminhão lotado de produtos falsificados e 141 máquinas caça níquel.

b_opt

Entre os presos, grande parte homicidas, também estava uma quadrilha considerada a maior de roubo de cargas de Goiás. Além de Cleverson, chefe do bando, foram presos outros seis suspeitos. Com eles a polícia apreendeu duas armas de fogo, um bloqueador de rastreador e caixas de cigarro e isqueiro roubados da empresa Souza Cruz. Mais de 500 policiais participaram da operação.

Alô Alô Salomão com informações do Opção.com.br

Alô Alô Salomão

anuncio_protecao_2016_opt