ACUSADOS DE MATAR IDOSO PARA ROUBAR SÃO MORTOS EM CONFRONTO COM GUARNIÇÕES DO PETO NA ZONA RURAL DE BARREIRAS

Por volta das 20h00, de domingo (10), as guarnições PETO 83 e 84 foram deslocadas pelo Centro Integrado de Comunicação (CICOM) ao povoado de Campo Erê, local onde havia ocorrido o roubo seguido de morte (latrocínio), do idoso Pedro Alves Cabreira, de 75 anos. Segundo informações de populares, os autores do crime encontravam-se refugiados numa chácara no povoado de Capão redondo, onde a guarnição fechou cerco e realizou incursão e foram recebidos a tiros, mas revidaram em ato continuo, ao que denominam de “injusta agressão” e feriram os acusados. O Samu foi acionado para socorrer a dupla, que não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital do Oeste. Um dos militares foi atingido de raspão, onde o projétil transfixou seu fardamento. Salienta-se que um dos indivíduos de prenome Osmar C. Barbosa, estava com alvará de soltura no bolso, expedido pela comarca de Luis Eduardo Magalhães. O outro ainda não foi identificado.  Com eles, os policiais ressaltam que encontraram um rifle de cal.22, com dez munições intactas e uma deflagrada; duas espingardas cartucheiras carregadas; duas trouxas de substância análoga à maconha; duas munições deflagradas de calibre .20; um celular e 38 chumbos de espingarda.

No momento do assalto, o idoso estava em companhia de sua esposa, a aposentada Conceição Moreira Gomes, que ainda conseguiu chamar atenção de parentes, ao gritar por socorro durante a ação criminosa. “Eles queriam dinheiro e talvez tenham atirado no meu avô, porque um foi reconhecido por ele”, declarou Cleiton Junior.

Fonte: ASCOM PM

Postagem: Maicon Dias

Alô Alô Salomão