AGIOTA MATA PINTOR DE PAREDES POR DÍVIDA DE R$ 15 REAIS

Image00003

Um homem de 29 anos foi morto a tiros por causa dos juros de R$ 15,00, de uma dívida de R$ 700, 00 contraída com o agiota conhecido por Berto cabeleireiro. O crime aconteceu na tarde desta terça-feira, 18, na cidade de Santa Rita de Cássia, região Oeste da Bahia.

Delegado Joaquim Francisco

De acordo com o delegado Joaquim Rodrigues, o pintor de paredes Cineuton de Jesus da Silva pagou o custo real do débito com atraso de cinco dias e pediu um prazo para quitar o acréscimo exigido. “O criminoso certamente entendeu como provocação ou chacota, o comentário feito pela vítima, de que imaginou ser uma brincadeira a cobrança daquela irrisória quantia”, disse o delegado.

Image00001

Cineuton trabalhava com pintura, na chácara Santa Rita, nas imediações do local onde morava, na rua dos Eucaliptos, bairro Novo Horizonte quando foi atingido com tiros a queima-roupa, no momento em que colocou a mão no bolso para pagar o dinheiro. “Ele atirou no rapaz sem necessidade”. Populares ainda prestaram socorro ao ferido, que faleceu ao dar entrada no hospital municipal.

Policiais civis e militares estão realizando buscas na região com o intuito de prender o criminoso em flagrante, o qual fugiu sem deixar pistas. O delegado já instaurou inquérito para apurar o assassinato e deve solicitar a preventiva do acusado, caso não consiga localizá-lo nas próximas horas.

O corpo do rapaz foi encaminhado para realização de exames científicos no Departamento de Polícia Técnica da cidade de Barreiras/BA.

Alô Alô Salomão

CASA DO MARCENEIRO