Alunos da Escola Municipal Maria Castro e Silva recebem certificado do PROERD 2018 em formatura

Os alunos dos 1º e 2º anos do ensino fundamental da Escola Municipal Maria Castro e Silva, localizada no loteamento Boa Sorte, receberam na manhã de terça-feira (30), os certificados de formatura no Programa Educacional de Resistência às Drogas – PROERD. Os 95 novos proerdianos são crianças de seis a oito anos, que foram iniciados no programa com caráter social preventivo que atende alunos do ensino fundamental em vulnerabilidade social.

 

A solenidade foi realizada na área externa da unidade escolar e contou com a presença da vice-prefeita, Karlúcia Macêdo, do comandante do 10º BEIC, Ten. Cel. Ricardo Medeiros Santos, Cap. PM Rafael representando CIPRV, Ten. PM Lennon representando o comando da 84ª CIPM, a diretora da escola prof.ª Zilmar dos Santos, a presidente da associação do loteamento Boa Sorte, Fabiana Pereira, policiais militares, professores e pais dos alunos.

O PROERD é um programa voltado para crianças até 12 anos, levando para sala de aula os Policiais Militares que inserem atividades educativas no dia a dia, alertando para o perigo das drogas, consumo de álcool e prevenção à exploração sexual infantil, bem como os preparam para ações de cidadania. Somente este ano, mais de 700 crianças receberam a formação no município.

A vice prefeita Karlúcia Macêdo participou do evento e evidenciou o fortalecimento da parceria da Secretaria Municipal de Educação com a Policia Militar da Bahia.

“Estamos acompanhando as formaturas das crianças e adolescentes. Acreditamos muito nesse programa realizado em parceria com a Polícia Militar, que se une as escolas municipais em um verdadeiro pacto pela vida. Essas ações de proteção aos infantes, combate às drogas e a violência, mostra que o PROERD veio para ficar”, disse a vice prefeita.

Com os gritos de ordem “Hoje é dia de PROERD”, os 95 formandos cantaram o Hino Nacional Brasileiro e o Hino do PROERD com a presença do mascote Leão Daren. Logo após, fizeram o juramento e assumiram o compromisso de resistir às drogas e a violência. A diretora Zilmar dos Santos recebeu o certificado de participação e contribuição na realização do programa na escola. 

A pequena aluna Vanessa Nascimento Brito, 8 anos, 2º ano, disse que estava feliz porque aprendeu os cuidados básicos contra exploração sexual e drogas. “Todos os dias, os amigos policiais nos ensinaram que não podemos aceitar doces de estranhos, drogas, e nem usar nada de álcool. Falaram também do toque, não podemos deixar adultos nos tocar e muitas outras coisas”, disse a aluna. Sua mãe, Amanda, disse que durante o PROERD a filha também aprendeu a se proteger e falar aos pais os acontecimentos no ambiente escolar.

Ao final, o comandante do 10º BEIC, Ten. Cel. Ricardo Medeiros agradeceu o apoio, a oportunidade de compartilhar informações com os alunos e envolvimento das famílias na formação proerdiana.

“Essa energia com as crianças nos incentiva a seguir sempre em frente e combater qualquer incidência de violência ou drogas. Começamos aqui, nessa fase infantil, levando mensagens do terrível mundo das drogas, da violência e das vidas ceifadas ao longo do caminho, por isso essa participação dos pais é muito importante. Já formamos milhares de crianças, e nesse momento agradecemos a Secretaria de Educação, a direção escolar, aos pais e principalmente a cada aluno, que serão multiplicadores desse compromisso, porque nossa missão é sim, preservar a vida”, concluiu o comandante.

 

Alô Alô Salomão