AMBIENTALISTA E LÍDER DOS PESCADORES É DENUNCIADO POR JOGAR LIXO EM ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

Image00013

José Noá dos Santos Pereira é presidente da (Colônia Z-74) Regional de Pescadores do Rio Grande e seus Afluentes de Barreiras-BA e da Associação dos Pescadores Profissionais Amigos do Vale do Rio São Francisco – ASPAVARG, membro do CONDEMA – Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente. Ele foi denunciado por moradores da Rua Humaitá, no centro da cidade, ao ser flagrado despejando um caminhão de lixo em área de Preservação Permanente (APP), às margens do Rio Grande, o maior afluente do Rio São Francisco. O fato ocorreu na manhã desta quarta-feira, 02.

Image00004

Os pescadores Fernanda Henn e seu esposo Tonis Souza de Oliveira, conhecido por Jhow ficaram indignados ao perceber a ação de José Noá, portanto, decidiram fotografar e filmar tudo, usando câmeras de aparelhos celulares. Ao perceber que estava sendo filmado, o líder ambientalista e associativista entrou na cabine do seu veículo e foi embora levando parte do entulho. De acordo com Fernanda, na gravação, ele comenta de forma arrogante, que só não ia derramar todo o material naquela área, porque precisaria de parte dele em outro local.

Image00005

O casal é voluntário da campanha idealizada pelo Comitê da Bacia hidrográfica do São Francisco “Eu viro carranca para defender o velho Chico”. Eles lutam diariamente para combater a degradação e poluição, retirando todo o lixo jogado nas águas e as margens do Rio Grande, no bairro onde moram. “Eu viro carranca para defender o Rio Grande”, advertiu Fernanda ao mencionar seu interesse em fiscalizar e zelar do maior afluente do São Francisco.

Image00001

O diretor da Vigilância Sanitária Municipal, Márcio Pita promete solicitar ao município o recolhimento de parte dos resíduos e o fechamento da área ambiental com arame farpado. A sujeira já causou sérios danos à vegetação rasteira e está transformando o terreno num verdadeiro lixão a céu aberto.

Márcio também pretende notificar José Noá e encaminhar denúncia sobre o caso, ao Ministério Público Estadual. “Seu ato é um desrespeito à sociedade e viola a Lei ambiental. Como representante de classe, ele cometeu falta grave e deve ser punido por isso”, observou Pita.

José Noá se defende, alegando que os pneus do seu caminhão estavam muito vazios, por isso decidiu retirar o excesso de peso naquele lugar, entretanto, retornaria mais tarde pra pegar o lixo e jogar em outro lugar. “Tive essa ideia pra não correr o risco de estourar um pneu de meu carro, mas garanto que tinha a intenção de voltar pra recolher tudo de novo”, completou.

Ele se desculpou com Nailton Sousa Almeida, secretário Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade e assegurou que já conseguiu uma máquina retroescavadeira para fazer uma limpeza geral em toda a área poluída. “Vou retirar tudo que tem lá, até mesmo o que não coloquei. Sempre defendi o meio ambiente e jamais cometeria este crime”.

VEJA VÍDEO: JOSÉ NOÁ, LÍDER DOS PESCADORES DE BARREIRAS E MEMBRO DO CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE, DESCARREGANDO CAMINHÃO DE LIXO EM APP…

Alô Alô Salomão

 

real calçados