ANTES DE SE MATAR, PERITO INFORMA ENDEREÇO DE HOMICÍDIO SEGUIDO DE SUICÍDIO NO WHATSAPP

A polícia ainda busca uma explicação lógica para a surpreendente informação de homicídio da policial militar bombeiro “Lacerda”, seguida de suicídio do autor do crime, seu esposo, o perito do Departamento de Polícia Técnica da Bahia, “Orlando”. O fato ocorreu neste sábado, 23, por volta das 13h 00.  De acordo com declarações policiais, as mortes podem ter conotação passional.

Investigadores da Polícia Civil e do DPT de Barreiras realizaram perícia dos corpos e do local, mas ainda não divulgaram detalhes do trágico episódio. Antes de cometer suicídio com arma de fogo, o perito gravou dois áudios e divulgou em um grupo no whatsapp com as seguintes mensagens: “Tem algum PM no grupo?”; “Se tiver alguma viatura no bairro, manda vim na rua Ermantina Vieira de Souza. Teve um homicídio e um suicídio, na casa nº 1.290. A chave e o controle estão no portão”. Seus cães, também foram mortos a tiros.

Orlando trabalhou em Barreiras, mas foi transferido recentemente para o município de Bom Jesus da Lapa.

Os corpos do casal serão encaminhados para realização de exames no IML do DISEP/SESI. O caso será investigado pela equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

 

Fotos: WhatsApp

Alô Alô Salomão