Após décadas do fechamento Fribasa ainda paga indenizações a ex-funcionários

O advogado Airton Pereira Pinto falou sobre o assunto durante entrevista concedida ao programa “Poder da Notícia”, na Oeste FM, nesta terça-feira (15), onde declarou que mais de duas décadas após o fechamento inesperado do frigorífico, a Justiça já determinou que mais de mil ex-funcionários dispensados sem receber direitos trabalhistas, fossem indenizados.

Ressalta que muitos perderam abonos de férias, 13º salário, aviso prévio e até FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).  Dr. Airton apresentou relatório de ex-empregados que serão indenizados, com valores corrigidos, que variam de R$ 4 mil a mais de R$100 mil. “Os valores também estão sendo recebidos por parentes daqueles que já morreram. Meus clientes devem procurar nosso escritório para obter mais informações e tirar dúvidas sobre seus processos”, disse.

O prédio onde funcionava a unidade do Fribasa foi fechado em 1996 e demolido pouco tempo depois. Era localizada no bairro Vila Nova, perto de onde atualmente funciona o Atacadão. O grupo de pessoas que o representava foi acionado pela Justiça para ressarcir o prejuízo das vítimas. “Fazendas e outros bens dos acionistas foram penhorados na ocasião do fechamento do frigorífico, porque muitas irregularidades foram detectadas”.

Alô Alô Salomão