APÓS PEDIDO DO PREFEITO, LUÍS EDUARDO MAGALHÃES É CONTEMPLADO COM SEGUNDA VARA CÍVEL

Para o secretário de Infraestrutura, Fábio Lauck, que representou o prefeito HSC, na cerimônia, todos ganham com a instalação_opt

Em cerimônia realizada no auditório do prédio antigo do Fórum da Comarca de Luís Eduardo Magalhães, na tarde desta quinta-feira, 28, foi oficialmente instalada a segunda Vara dos feitos relativos às relações de consumo, cíveis, comerciais e de fazenda pública do município. Representando o prefeito Humberto Santa Cruz no ato, o secretário de Infraestrutura, Fábio Lauck lembrou o pedido feito pelo chefe do executivo durante a inauguração das novas instalações do Poder Judiciário no último dia 19 de janeiro.

“Só tenho a agradecer a sensibilidade do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Eserval Rocha, que prontamente atendeu ao pedido do prefeito Humberto. Todos ganham com a instalação dessa segunda vara. Precisamos ter em mente que estamos na mesma estrada e com o mesmo objetivo de tornar nossa cidade cada vez melhor”, disse Lauck.

O Juiz Claudemir da Silva Pereira oficializa a instalação da segunda vara cível em LEM_opt

O juiz de Direito, Claudemir da Silva Pereira, que presidiu a cerimônia de instalação da segunda vara, salientou que “esta é uma data histórica, até mais que a da inauguração do novo fórum”. Segundo o magistrado, a instalação desta segunda vara representa um avanço para novas conquistas, como a vinda de mais servidores, juízes e varas.

Claudemir ainda agradeceu os poderes Executivo e Legislativo pela cessão de servidores e todo empenho dispensado para a manutenção do fórum no município. Para o presidente da Câmara de Vereadores, Elton Alves de Almeida, a contribuição dada pelos Poderes Executivo e Legislativo não é apenas benéfica para o Poder Judiciário, mas para toda sociedade.

Também participaram da cerimônia advogados representantes da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-LEM), Clube dos Advogados de Luís Eduardo Magalhães (CALEM), servidores do judiciário e representantes da sociedade civil organizada.