ATRASO DE SALÁRIO DEIXA POPULAÇÃO DE BARREIRAS SEM ASSISTÊNCIA MÉDICA DO SAMU

dscf4876_opt

Os médicos do SAMU de Barreiras pararam o atendimento nesta terça-feira (01), por atraso salarial desde julho de 2016. De acordo com o coordenador do órgão na região, Flávio Ricardo Neves, a paralisação não tem data determinada para terminar, porque, os profissionais prometem retornar aos postos de trabalho somente depois que houver quitação da folha de pagamento. Os médicos são contratados pela cooperativa Unibrasil.

Ainda declarou que os atendimentos de urgência e emergência serão realizados com apoio do quartel do Corpo de Bombeiros, que deve ser acionado através do disque 193, ao invés de 192.   Apenas ocorrências graves serão atendidas.

Flávio está tomando providências administrativas e jurídicas para tentar resolver o grave problema. Ele registrou uma ocorrência na delegacia e prometeu informar o caso ao Ministério Público Estadual, após receber um comunicado oficial do coordenar médico, Igor de Almeida Alves, o qual informava que os médicos plantonistas abandonaram a Central de regulação, deixando a população desassistida. Pacientes que acionaram a unidade através do 192 ficaram sem regulação médica.

Ressaltou que, a Secretaria de Saúde do município, o médico da Unibrasil, Dr. Queiroz; a coordenação estadual de urgências da Bahia e o Conselho Regional de Medicina (CREMEB), já estão cientes da manifestação.

Alô Alô Salomão

javan-01_opt