BANCÁRIOS DEBATEM CAMPANHA SALARIAL E CENÁRIO ECONÔMICO

financiamento_bancario_opt

A campanha salarial dos bancários entra em fase decisiva e, se os bancos não apresentarem proposta para as reivindicações, a categoria pode entrar em greve. Ciente da importância do trabalho bancário para a sociedade, o Sindicato da Bahia realiza encontros em todas as regiões do Estado. A intenção é prestar esclarecimentos a respeito das negociações com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e tratar um pouco sobre as demandas dos trabalhadores.

Nesta sexta-feira (18/09), as visitas acontecem nas agências de Barreiras. O bate papo inclui assuntos importantes, a exemplo da segurança, das constantes filas, condições de trabalho e contratações. Os bancos precisam investir em mão de obra para garantir atendimento humanizado. Medidas de segurança também estão entre as prioridades. Os ataques a bancos não param de crescer. Neste ano já foram 172 no Estado.

“O Sindicato já visitou mais de 1 mil agências em todo Estado. Nossa mobilização é em defesa de melhores condições de trabalho e atendimento à população. Queremos bancos mais humanos”, aponta o presidente da entidade, Augusto Vasconcelos.

As demandas são muitas. É impossível tratar de todas em um só dia. Por isso, neste sábado (19/09), os bancários do Oeste estão convidados a participarem do 6º Encontro do Interior, realizado pelo Sindicato da Bahia. O evento, em Barreiras, será no Espaço Crioula, a partir das 20 h 00. A entrada é gratuita.

A conjuntura política e econômica do país, na ordem do dia, estará nas discussões. A crise deve ser utilizada pelos bancos para dificultar o atendimento às reivindicações. Mas, a categoria sabe que não há desculpa. O setor financeiro é o mais lucrativo da economia. No primeiro semestre lucrou mais de R$ 36 bilhões.

Postagem: Joselia Brito

Alô Alô Salomão

top park unnamed (1)_opt