Barreiras: Alunos são acusados de ameaças, danos ao patrimônio público, comercialização e uso de drogas na escola

A direção da escola Municipal Eurides Santana, localizada no bairro São Pedro, em Barreiras/BA, fez graves denúncias na delegacia contra um grupo de estudantes acusado de ameaçar professores, provocar sérios danos materiais, atos de vandalismo e até comercio e consumo de drogas na unidade de ensino. De acordo com relato registrado no complexo policial do bairro Aratu, os jovens quebraram seis janelas, duas portas de salas de aula, a porta do banheiro feminino, torneiras, interruptores de energia, câmera de monitoramento de uma residência vizinha e ainda tentaram arrombar a janela da cantina.

No Boletim de Ocorrência consta que o quebra-quebra no colégio foi promovido por estudantes do período noturno, na noite de terça-feira (26). Conforme a Polícia Civil, ainda não é possível declarar estimativa do prejuízo, porque esse tipo de levantamento depende de um laudo pericial do Departamento de Polícia Técnica.

O delegado Erick Otaviano de Oliveira Torres promete fazer tudo que estiver ao alcance da polícia judiciária no sentido de conter a conduta rebelde dos alunos e já está trabalhando para identificar e punir os responsáveis. Também declarou que a primeira medida é ouvir a diretora e realizar perícia na instituição de ensino, para depois ouvir os estudantes, que poderão ser punidos por dano ao patrimônio público, atos de vandalismo, ameaças e até tráfico de drogas.

A direção do colégio informou que está recebendo total apoio da Secretaria de Educação do município, que foi notificada imediatamente sobre os problemas enfrentados com a indisciplina do grupo de estudantes. Também vai buscar identificar os fatores que contribuíram para a prática dos atos de hostilidade e ilegalidade.

Alô Alô Salomão