BARREIRAS: AO ATIRAR EM VIATURA DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL UM DOS OCUPANTES DE UM CARRO TERMINA BALEADO

Image00001

O fato de acordo com informações registradas na delegacia ocorreu durante abordagem de rotina em frente ao posto da Polícia Rodoviária Federal, na BR 242, na tarde deste domingo, 13, por volta das 03h 30.

Image00001

Ao receber ordem de parada, o condutor de um veículo Chevrolet/Cobalt 1.0 LTZ, tentou atropelar os policiais e seguiu em fuga no sentido centro da cidade. Imediatamente os patrulheiros iniciaram acompanhamento tático ao veículo. Chegando às proximidades de um quebra molas na área do 4º BEC, o automóvel teve a velocidade reduzida dando a impressão de que fosse parar, porém um dos ocupantes disparou um tiro em direção à viatura, provocando reação de um dos policiais, o qual atirou na traseira do automóvel, entretanto, os suspeitos não se renderam e seguiram o mesmo destino.

Image00003

Na rotatória do posto Sabbá o carro dos suspeitos acessou a pista auxiliar (pista de baixo) até as proximidades da casa de shows Arena, mas foi estacionado em um matagal, onde o motorista não teve como avançar devido ao Rio Grande. Ele e outros ocupantes não identificados evadiram-se, e somente José Adalberto Correia, 37 anos permaneceu no local, uma vez que ficou lesionado na região abdominal, presumidamente no tiro efetuado pelo PRF.

Com o apoio da Polícia Militar foram realizadas buscas na área da abordagem com o objetivo de localizar os demais ocupantes do Chevrolet, porém sem êxito.

O ferido foi encaminhado para atendimento médico no Hospital do Oeste. José é natural de Viana – MA e morador do setor estrutural, em Brasília – DF. O Chevrolet/Cobalt, cor preta, placa OVP – 5171, de Brasília DF, em nome Wanderson de Melo Saraiva, encontra – se no pátio do Complexo Policial do bairro Aratu, com amassadura e arranhões na lataria do lado direito.

A polícia ainda não possui explicações para a fuga dos indivíduos. O caso já está sendo investigado pelo delegado Arnaldo Monte.

Os policiais esclareceram que durante vistoria no interior do Cobalt foi encontrada uma carteira de bolso com documentos de Wanderson e um cartão de crédito de Wesley A. Praxedes, bem como um aparelho celular que apresenta o nome no visor, do suposto proprietário do veículo. Seus parentes chegaram ontem à tarde na delegacia de Barreiras e alegam não ter informações do seu paradeiro.

Alô Alô Salomão

 

 

PROTEÇÃO