BARREIRAS: AO TENTAR REGISTRAR QUEIXA DE ACIDENTE NA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL DUPLA É PRESA COM CARRO ROUBADO EM SALVADOR

Hillux roubado em Salvador_opt

Ao passarem na delegacia 1010 da Polícia Rodoviária Federal em Barreiras, com a intenção de registrar uma ocorrência de acidente de veículo, o motorista Joselito Bispo de Oliveira, de 40 anos, e sua amiga e vizinha Denis Cris dos Santos Oliveira, 44 anos terminaram presos por receptação e uso de documento falso.

2ª Foto - caso Hilux - sem legenda_opt

O Toyota/Hillux de placa MUY 2430 de Alagoas, que a dupla diz ter sido apenas contratada para entregar a um homem no aeroporto de Campo Grande – MS, possuía restrição de furto/roubo na capital baiana e documentação falsificada. A acusada alega que receberia R$ 2 mil de uma mulher conhecida por Sandrinha, moradora do bairro de Cajazeiras, em Salvador, apenas para levar o carro.

Segundo ela, a contratante disse que só não levaria a caminhonete, porque o seu filho estava doente, e ao mesmo tempo em que a contratou lhe pediu para arrumar um motorista e dividir o dinheiro com ele. “Falei com meu vizinho Joselito, que aceitou a proposta, mas não sabíamos desses problemas do carro”.

Ao apresentarem o CRLV no posto da PRF, onde chegaram com o Hillux puxado por um caminhão guincho, os policiais perceberam indícios de adulteração no documento, e por meio de investigações descobriram que estava com “chapa fria”. A placa original era JSQ 1338, pertencente a um veículo furtado em Salvador no dia 25/11/2013. “Seríamos capazes de cometer essa ‘burrice’ de parar numa delegacia para registrar queixa se soubéssemos disso!”, se defende Denis aos prantos.

Denis Cris confessou aos policiais rodoviários ser usuária de crack, após encontrarem um cachimbo para consumo da droga dentro da caminhonete. “Pela manhã, ela nos disse que estava levando o carro a pedido de um homem, e na polícia civil entrou em contradição ao dizer ter sido contratada por Sandrinha. Essa história está mal contada”, completa o PRF.

O motorista bateu o veículo contra uma ribanceira às margens da BR 242, na região de Cantinho de Lençóis BA e revelam que foram orientados por um mecânico a não seguir viagem com os faróis quebrados sem registrar uma queixa policial.

Ambos e o Toyota foram apresentados no Complexo Policial do bairro Aratu, onde o delegado titular da 1ª Seccional de Barreiras, Francisco Carlos de Sá investiga o caso.

Alô Alô Salomão

 

CHURRASCARIA BOI BONITO