BARREIRAS JÁ REGISTROU MAIS DE SEISCENTAS MORTES VIOLENTAS EM 2015

IML_opt

Antes de findar 2015, o Instituto Médico Legal regional de Barreiras (BA) já contabiliza 647 exames de cadáveres, provenientes de mortes violentas em seu banco de dados. Os números calculados correspondem ao período de 1° de janeiro a 30 de novembro de 2015.

A unidade de policia técnica localizada nesta cidade seria para atender Angical, Baianópolis, Barreiras (Sede), Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luis Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley, mas algumas deficiências do órgão ou alguns imprevistos do dia a dia fazem com que a regional de Barreiras atenda outras regiões, a exemplo de Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória. A demanda no IML da policia técnica local, excede sua capacidade.

Acidente de trânsito, homicídio, suicídio, acidente de trabalho, afogamento, intoxicação e também casos com causa da morte desconhecida foram às situações examinadas pela equipe médica legal. Luis Eduardo Magalhães e Barreiras são os municípios que mais usam o IML do bairro Aratu.

Esse número de necropsias, dividido pelos 11 meses, gera a média de 58 atendimentos por mês, que divididos pelos 30 dias de cada mês, dá a média de dois corpos examinados por dia no local. Os dados do mês de dezembro ainda não foram contados nesta pesquisa.

Postagem: Maylla Mesquita

Alô Alô Salomão

SKALA MODAS