Barreiras: PRF flagra motorista sob efeito de “rebite” e transitando na BR 242 com mais de 16 toneladas de excesso de peso; veja

Um motorista foi flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde desta quarta-feira (12), transitando na rodovia com excesso de peso e mais porte de droga para consumo. O flagrante ocorreu durante fiscalização no Km 800 da BR – 242, em Barreiras (BA).

Era por volta das 17h, quando agentes da PRF abordaram a carreta Scania/R 420 tracionando mais dois semi-reboque. Durante a abordagem o motorista apresentou sinais de inquietação, descontrole emocional, palavras desconexas e confessou que ingeriu comprimidos de “rebite” para manter-se acordado durante a viagem que começou no Gurupi (TO) com destino a cidade pernambucana de Santo Agostinho, um percurso superior a 2.000 quilômetros.

Os policiais decidiram fazer uma fiscalização minuciosa no caminhão e durante busca ao interior da cabine, eles encontraram várias cartelas com anfetamina, que totalizaram 67 comprimidos de “rebite”.

O conjunto transitava na rodovia com mais de 16.000 quilos de excesso de peso. O veículo que tem capacidade para transportar 74 toneladas, estava transportando mais de 90 toneladas. O excesso verificado gerou uma multa de natureza gravíssima, referente a infração de trânsito prevista no art. 231, inciso V do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A carreta só será liberada após transbordo da quantidade excedente.

As demais irregularidades apresentadas foram emitidas as notificações correspondentes conforme previsto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) referente aos artigos: 162 III; 162 V; 230 VI; 230 XVI; 231 X e 232. Entre os débitos já existentes no sistema e as multas aplicadas, os valores somam-se mais de 20.000 reais.

Aos policiais, o condutor de 21 anos e natural de Uruguaiana (RS) confirmou que faz uso do estimulante há mais de 5 anos com o intuito de dirigir por mais tempo na estrada.

O excesso de peso e uso de “rebites” por motoristas, são fatores que colocam em risco a segurança de todos que trafegam pelas rodovias federais do país, por isso, a PRF estará sempre coibindo com muito rigor tais práticas.

Perigo uso descontrolado de anfetaminas

Nobésio (rebite): Com objetivo de dirigir várias horas seguidas, sem descanso, para cumprir prazos predeterminados ou até faturar um extra no final de cada viagem, alguns motoristas de caminhão optam em utilizar o rebite. A substância, uma anfetamina, é um estimulante do sistema nervoso central e faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e cause nas pessoas a impressão de diminuição da fadiga – já que conseguem executar uma atividade qualquer por mais tempo – de menos sono, perda de apetite e de aumento da capacidade física e mental.

Fonte: PRF

Alô Alô Salomão