BARREIRAS TENTA RETOMAR TERRITÓRIO PRESENTEADO A LUIS EDUARDO MAGALHÃES

Image00003

O prefeito Antonio Henrique de Souza Moreira viajou para Salvador/BA, a fim de buscar recursos que revoguem a Lei de autoria do deputado João Bonfim (PDT), aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado e sancionada em 2013, que dispôs sobre o desmembramento de quase 30 mil hectares de terras do município de Barreiras, repassados de forma ‘oculta’, ao vizinho município de Luis Eduardo Magalhães.

No mesmo texto da Lei, também outorga a desincorporação de extensas áreas de terra dos municípios de Catolândia, Angical e São Desidério, que passaram a pertencer ao território barreirense.

Image00007

De acordo com o secretário de serviços públicos e transportes, João Muniz, a determinação de demarcar a divisa dos municípios ocorreu de forma totalmente ilegal, sem consulta aos munícipes. “Desculpem-me a palavra, mas foi um “roubo” o que fizeram com nossa população e dos demais municípios. Não queremos essas terras, mas sim a nossa. O parlamentar autor dessa decisão é um desconhecido da região”, pontuou.

Image00004

Ainda declarou que  a votação de uma matéria de tamanha relevância, não poderia ocorrer sem prévia aprovação da população e, portanto, o executivo Municipal de Barreiras vai lutar até as últimas instâncias em defesa da área concedida. “O assunto teria que ser discutido em audiência pública, mas até a Câmara Municipal não ficou sabendo desse Projeto; a decisão é inconstitucional e fere nossa Lei Orgânica!”.

Acompanhado de Guardas Municipais, o secretário demarcou com placas, na última segunda-feira, 03, a terra que antes da Lei Estadual pertencia a Barreiras. O prefeito Antonio Henrique monitorou a simbólica retomada da área, através de vídeo conferência. A fronteira de Barreiras e LEM fica há dois quilômetros da área pertencente à Bahia Farm Show.

Image00006

Destaca que a perda do terreno, também significa abrir mão do Porto Seco-FIOL, de Impostos territoriais gerados pelos imóveis rurais existentes na extensão, fora os altos prejuízos na geração de emprego e renda.

Barreiras

O município é um importante centro educacional, econômico, agropecuário, turístico e cultural do oeste baiano. Sua população é de 150 896 habitantes, com área de 7 859,225 km².

Junto com cidades vizinhas se destaca na produção agrícola da Bahia, pois concentra a maior plantação irrigada da região nordeste. Confiantes nas potencialidades do seu território, a população Oestina há muitos anos luta pela independência através da criação do estado do São Francisco.

Atualização as 09h 30 de 06/11/2014

Alô Alô Salomão

REFRIGERANTE d'FRUT