BARREIRAS: UM DOS HOMENS MAIS VELHOS DO MUNDO COMEMORA MAIS UM ANO DE VIDA

Image00005

José Joaquim Pereira, conhecido popularmente por José Mesquita comemorou os seus 113 anos, neste domingo, 04, na residência do advogado Maximínio Junior e esposa Marlene Pereira da Costa. Neta, com quem o ancião reside no bairro Morada da Lua, em Barreiras, Oeste da Bahia. Ela começou a homenagear a data a partir dos seus 100 anos.

Image00008Image00012

Desta vez, o casal preparou um almoço surpresa com a presença dos membros da igreja que ele sempre frequentou, além de genros, filhos, netos, bisnetos e tataranetos. Alguns vieram de outros municípios e estados festejar a data.

Image00003 Image00009 Image00004

Muito contente com o evento e sempre extrovertido, o mesmo fez alguns se aproximarem para ouvir suas interessantes histórias de vida, principalmente sobre a dedicação que sempre dispensou à convivência familiar, social e religiosa. Segundo ele, tem a espiritualidade como um pilar de sua trajetória.

Image00011

José Mesquita

Nasceu em Itaberaba – BA, mas migrou para o município de Cotegipe em 1941, onde residiu durante 40 anos. Nesta ocasião, ainda vivenciou momentos de selvageria e carrancismo dos políticos violentos na disputa de poder e glebas de terra na região. Algo que descreve como tempos do ‘coronelismo’.

Image00010

Mudou-se para Barreiras em 1973, atendendo convite de um genro, o empresário João de Germano, casado com sua filha mais nova, a senhora Jacy da Costa Pereira, de 72 anos. No início estabeleceu moradia no bairro São Pedro, perímetro, naquela época, conhecido popularmente por Rego.

Image00006

Um homem de origem simples, pois criou seus onze filhos exercendo a profissão de carpinteiro. Não conseguiu fazer com que todos concluíssem os estudos por falta de condição financeira na época, mas cuidou de todos com dignidade. “A mais nova é Odenista da Costa Pereira, 57 anos e Iraice da Costa Pereira, 81 anos, a mais velha. Além delas, existem mais sete vivos”, disse Jacy.

Image00015 Image00014Image00013

Ao conversar conosco em 2013, o idoso ressaltou que, sempre poupou os seus ânimos e eliminou alguns vícios. Consumiu bebida alcoólica e cigarro durante dezesseis anos de sua existência, até transforma-se em um dos membros da denominação religiosa Congregação Cristã no Brasil.

Image00007

Enfatizou que jamais praticou qualquer ato capaz de desabonar sua conduta ou de qualquer pessoa, por isso conseguiu constituir boas amizades e viver sem aborrecimentos.

Alô Alô Salomão

 

CASA DO MARCENEIRO