CÂMARA HOMENAGEIA SEMANA DO LIVRO

Image00001

Nesta terça-feira (28.04), na primeira sessão da semana, a Câmara de Barreiras rendeu homenagem a este marco do calendário municipal, atinente a Lei Municipal nº 1.081/2014, de 10 de junho de 2014, que instituiu no Calendário Oficial de eventos do Município a Semana do Livro, abrindo espaço de maneira excepcional em sua Tribuna Popular para receber o professor dos cursos de Licenciatura e Bacharelado em História da Universidade Federal do Oeste da Bahia, Bruno Casseb Pessoti, ele que também é Coordenador das Bibliotecas, Arquivos e Centro de Memória da Universidade.

Image00002

Durante o tempo regimental, o professor Bruno Pessoti falou da importância da cultura literária, destacando a necessidade de que haja prevalência das disciplinas ligadas a história em um contra ponto ao que acontece atualmente com o domínio das matérias voltadas para as ciências exatas.

Já no Grande Expediente o vereador Lúcio Carlos (SD), ocupou a tribuna para mais uma vez relatar os problemas na área da saúde em Barreiras, “é um faz de conta disse, atende-se a uns e negligencia a tantos outros, e isso não pode continuar”. Afirmou o vereador. Que ainda questionou o abandono da periferia da cidade pela prefeitura. E por fim parabenizou o presidente Tito pela postura democrática e transparente com que vem conduzindo os trabalhos do Poder Legislativo.

Em seguida ocupou a Tribuna o vereador Gilson Rodrigues (PROS), que em seu pronunciamento mais uma vez levantou sua voz em defesa da recuperação da infraestrutura da feira livre na Vila Rica, o vereador fez um paralelo entre a atenção dispensada aos grandes empresários e o abandono vivido pelos feirantes que trabalham em condições sub-humanas. “a negligência da prefeitura com o povo de Barreiras é revoltante” afirmou.
Já Karlúcia Macêdo (PMDB), tratou do descumprimento da lei que regulamenta a data base dos servidores segundo a lei aprovada e sancionada pelo Executivo, o reajuste com base no PCA para janeiro de 2015, é de 6,41 mas o governo quer impor apenas 5% de reajuste.

O vereador Alcione Rodrigues (PHS), denunciou ausência de iluminação pública, dizendo que a escuridão afeta a cidade e a zona rural, “onde está o recurso financeiro da contribuição de iluminação pública?” questionou o vereador, para quem o breu que atinge a cidade agrava ainda mais a insegurança pública.
Núbia Araújo (PP), falou de sua participação em audiência do CONCIDADE representando a Câmara, e salientou a importância da apreciação rápida do projeto que trata da criação deste importante conselho municipal.
Em seu pronunciamento, Aguinaldo Júnior (PT do B), falou da importância das tradições populares, enaltecendo a Cavalgada no Val da Boa Esperança, o vereador ainda agradeceu a Mesa Diretora por apoiá-lo na busca por melhorias para a população da zona rural em reuniões no INCRA em Brasília.

Carlão (PSD), registrou as intervenções da prefeitura com pavimentação asfáltica no Bairro Jardim Ouro Branco e Sandra Regina e encascalhamento no Bandeirantes e Novo Horizonte.
Usando da palavra o vereador Vivi Barbosa (PC do B), parabenizou o presidente pela postura democrática na condução dos trabalhos.

Semelhante deferência ao presidente compôs também o pronunciamento da vereadora Beza (PSC).
O vereador Eurico Queiroz (PPS), também destacou a postura integra e democrática do presidente Tito, dizendo-se honrado em ter ocupado a Mesa Diretora ao seu lado no biênio 20013/2014, como Vice-presidente e também reivindicou iluminação no Cantinho do Senhor dos Aflitos.

Otoniel Teixeira (PC do B), ressaltou a importância do associativismo para as comunidades rurais, pontuando que os recursos inclusive em emendas parlamentares se viabilizam de maneira muito mais fácil se os pequenos produtores estiverem aglutinados em associações regularizadas.

Ascom – Câmara Municipal de Barreiras.

Edição de texto e imagens:Félix Silva

Alô Alô Salomão

Proteção-NOVA