Campanha Outubro Rosa promove mutirão de saúde em Riachão das Neves

Como parte da programação da Campanha Nacional de combate ao câncer de mama “Outubro Rosa”, à prefeitura Municipal de Riachão das Neves, através da Secretaria de Saúde realizou um mutirão nesta sexta-feira (19) no Posto de Saúde da Família (PSF), Jardelino dos Santos Bonfim (sede do município) com importantes atividades voltadas para a saúde da mulher.

Profissionais liberais e autônomos da saúde, dentre outras personalidades regionais participaram do evento como voluntários, oferecendo orientações e palestras com temas relacionados à prevenção e tratamento precoce da doença (câncer de mama), câncer de colo do útero e outros procedimentos da área de saúde, tais como: coleta de preventivo, exames de sangue, cuidados de beleza, saúde preventiva, além de atendimentos com oftalmologista, oculista, dentistas, ginecologista e enfermeiros.

Profissionais da beleza foram orientados durante as palestras, quanto a necessidade de higienizar seu ambiente de trabalho, equipamentos e instrumentos que utilizam no dia a dia. “E orientamos os clientes para nos ajudar a fiscalizar, levar seu próprio alicate ou verificar se o mesmo está devidamente esterilizado”, destacou Ana Correia, uma das voluntárias.

O prefeito Miguel Crisóstomo participou da abertura do mutirão, que também contou com as presenças da Secretária de Saúde, Franciane Teixeira de moura; à coordenadora do Centro de Atenção Básica, Tailane Andrade e outros importantes personagens do setor de saúde de Riachão das Neves e região Oeste da Bahia. A pedagoga Nara, enfermeira chefe do posto de saúde, ficou satisfeita com o sucesso do acontecimento, tendo em vista que, superou expectativas quanto ao número de pessoas atendidas, estrutura organizacional e esforços individuais e coletivos de seus voluntários.

Outubro Rosa

“Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e mais recentemente sobre o câncer de colo do útero[1].

No Brasil, as campanhas de conscientização sobre o câncer de mama acontecem desde 2002 e a partir de 2011 sobre o câncer de colo do útero em diversos estados[2]. A publicidade adotou o tom de rosa como motivador de campanhas no período, e ações em mídias sociais também tendem a ser reforçadas durante este mês.

No entanto, especialistas da área médica ressaltaram, em levantamento apresentado no ISPOR.[3] em 2017, que ainda que a conscientização seja muito importante, é necessário cuidado com as mensagens divulgadas neste período. Uma análise das postagens realizadas em redes como Facebook e Twitter em língua portuguesa mostrou que existe bastante desinformação nas campanhas de conscientização, especialmente acerca do autoexame, que não é considerado suficiente para a detecção precoce da doença. Tocar o próprio corpo e reconhecer sinais de possíveis mudanças é uma importante ferramenta de empoderamento da mulher frente à própria saúde, mas não substitui a mamografia, por exemplo.[4] Dados do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) apontam que apenas 2,5 milhões de mamografias foram realizadas em 2014, equivalente a uma taxa de 24,8%, bem menos do que os 70% recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS)”, Wikipédia.

ASCOM/Prefeitura de Riachão das Neves

Alô Alô Salomão