CASAL DE 97 E 84 ANOS CELEBRA CASAMENTO NO INTERIOR DA BAHIA

DSCF2616_opt

O casal João de Deus Macêdo, 97 anos e Belonisia Ana das Virgens Macêdo, 84 anos, realizou a união civil na manhã desta sexta-feira, 09, em São Desidério, município da região Oeste da Bahia. Ela era solteira e nunca teve filho, já o noivo era viúvo e tem sete filhos criados. O mais velho possui 67 anos e a mais nova 55.

DSCF2617_opt

Segundo o ancião, após o falecimento de sua saudosa esposa, recebeu muitos incentivos dos filhos para procurar uma nova companheira, mas não se motivou com a proposta deles por causa de sua idade. “Pedi a Deus que preparasse alguém, se fosse da sua vontade, porque eu não me sentia mais com impolgação para sair à procura de alguém e muito menos para pedir a mão em casamento”, revelou.

DSCF2632_opt

Tudo ficou mais fácil, porque as duas famílias se conheciam há muitos anos e um irmão dela conhecido por “Jovem” foi o interlocutor do noivado, pois ajudou na aproximação dos dois. Quando recebeu o convite para visitar à casa da pretendente em Brejinho de Itacarambi, bastou que o diálogo entre eles fosse intermediado, para que o noivado acontecesse. “Deus se encarregou em preparar minha companheira da maneira como eu havia pedido. Falei que se ainda quisesse me dar uma esposa, teria que ser alguém sem filhos”, ressaltou esbanjando de alegria.

DSCF2626_opt

 

O casal recepcionou os convidados em Catolândia, o menor município em população da Bahia, escolhido por João de Deus para morar, desde a década de 1940, onde exerce a função de ancião da igreja Congregação Cristã no Brasil. Com muito orgulho, ele declarou que foi o primeiro crente e também o primeiro nas funções de cooperador e ancião da CCB na região.

DSCF2636_opt

Casou-se com a primeira mulher em 11 de julho de 1945, com quem diz ter vivido em perfeita harmônia por 67 anos. “Criamos três filhos e quatro filhas, todos perfeitos, graças a Deus. Antes de morrer, minha esposa pediu que eu não ficasse sozinho, caso partisse primeiro do que eu”.

DSCF2642_opt

O corretor de imóveis Jordino Gonçalves da Silva disse que a celebração deste matrimônio é um momento histórico, digno de muita honra aos recém-casados (João e Belonisia) e familiares, além de ser uma grande demonstração de amor. “Um momento de muita alegria para quem conhece a personalidade dos dois e um exemplo de vida para todos nós”, comentou o diácono Aelson Oliveira dos Santos.

DSCF2628_opt

DSCF2599_opt

DSCF2602_opt

DSCF2632_opt

DSCF2638_opt

 

DSCF2648_opt

Alô Alô Salomão