CATEGORIA SEGUE COM ATIVIDADES PARALISADAS

paralisacao_21_01-8

No segundo dia de paralisação o SINDPOC seguiu com as atividades de mobilização da categoria. Na manhã desta quinta-feira (21) os sindicalistas realizaram uma panfletagem em frente ao Shopping da Bahia, na região do Iguatemi. Eles distribuíram folhetos explicando a população o motivo do movimento paredista.

“Queremos mostrar para a sociedade que a Segurança Pública da Bahia está falida, e os números estão aí para comprovar isso”, disse o presidente do sindicato Marcos Maurício ao destacar que em 2014 a Bahia registrou o maior número de homicídios em todo o Brasil. O Estado também ocupa o 1º lugar em lesões corporais seguida de morte e é o segundo em latrocínio.

Os diretores sindicais também visitaram as unidades policiais, como a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), a fim de motivar a participação dos trabalhadores na luta.

Nesta sexta-feira (22) as atividades continuam. O SINDPOC aguarda o pronunciamento do governo.

Paralisação de 72h

Os policiais civis da Bahia paralisaram as atividades na manhã desta quarta-feira (20) e seguem desta forma até às 8h de sábado (23). Durante a paralisação 30% do efetivo permanece trabalhando para atendimento as ocorrências de levantamento cadavérico, crime contra a criança e a vida e flagrante.

Entre as reivindicações dos trabalhadores estão: reestruturação salarial com igualdade entre os cargos da Polícia Civil baseada na atividade de investigação criminal; promoções; reconhecimento do laudo de papiloscopia pelo perito técnico conforme Lei Orgânica da Polícia Civil; reforma e construção de unidades policiais; nomeação, posse e designação dos concursados de 1997, 2013 e 2014; valor da escala extra de Carnaval; entre outras.

No primeiro dia de paralisação os policiais civis se reuniram em frente ao Edifício sede da Polícia Civil, na Piedade, onde entregaram (simbolicamente) as armas e a carteira funcional como forma de protesto à atual condição da Segurança Pública no Estado.

ASCOM SINDPOC

Texto: Michele Coutinho

Alô Alô Salomão

Proteção-NOVA11-659x3981-659x3981-659x398