CIGANOS PRESOS POR POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO SÃO SOLTOS POR INSUFICIÊNCIA DE PROVAS

463f1510-1efd-4828-85f1-551d339b5f62_opt

Através de informações do setor de investigação da RONDESP de que havia uma caminhonete Hilux, prata, de placa NTF0134, com ciganos armados, policiais realizaram uma operação conjunta para localizar o veículo, onde encontraram duas pistolas de calibres 380 e PT 9 milímetros, além de 28 projéteis intactos das respectivas armas.

O carro estava nas proximidades de uma clínica no bairro Vila Dulce, com três ocupantes: Orlando Castro Dourado, Aílton de Souza Silva e Olegário da Silva, o qual acompanhava o tratamento do seu irmão, que foi ferido em uma das pernas durante um tiroteio em Ibotirama/BA, que terminou com duas pessoas mortas. Uma das delas foi encontrada com as mãos amarradas, em um lixão da cidade. A outra morreu, quando recebeu alta do hospital municipal, em um segundo atentado.

Aílton assumiu a posse das armas e declarou ser apenas carona do veículo, que era dirigido pelo cigano Olegário. Diante dessas informações, Aílton foi indiciado em flagrante com base na Lei do desarmamento nacional. O delegado Arnaldo Monte determinou a soltura dos outros acusados por insuficiência de provas que pudessem incriminá-los.

Fato relacionado:

IBOTIRAMA: VÍTIMA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO RECEBE ALTA DO HOSPITAL E MORRE EM SEGUNDO ATENTADO EM VIA PÚBLICA

Foto: redes sociais

Alô Alô Salomão

BARREFOGO PRONTO_opt