CONSELHO TUTELAR NÃO ACREDITA NA HIPOTESE DE ACIDENTE, PARA A MORTE DE BEBÊ DE UM ANO E MEIO

3c4c9e40-bc99-4940-971e-ce8b40a286a9_opt

Conselheiros tutelares de Bom Jesus da Lapa pediram à polícia uma investigação da morte do garoto Pablo Henrique Santana dos Santos, de um ano e seis meses, filho de Felipe dos Santos e Fabrícia Dourado Santana, que alega que o filho fraturou o braço e sofreu traumatismo craniano ao cair de uma cama – box.

O garoto foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento local, em seguida transferido para um hospital de Guanambi, onde faleceu depois de cinco dias. O fato já começou a ser investigado através de exames realizados pelo Departamento de Polícia Técnica da cidade de Barreiras.

Assim que for liberado o laudo pericial atestando as circunstâncias que definiram a causa da morte, a Polícia Civil de Bom Jesus da Lapa adotará as providências necessárias. “Quando ele sofreu o acidente, eu estava lavando roupas no quintal e ouvi apenas o barulho de sua queda”, comentou a mãe.

Ainda de acordo com Fabrícia, o garoto não chorou depois do acidente e não desconfiou da gravidade do acidente, já que o menor sempre foi muito doente. “Ele só vivia engasgando, porque tinha problema de refluxo intestinal, de diabetes e renal”.

Também se defendeu de acusações que populares fizeram contra ela e Felipe, de maus-tratos contra o garoto. “Houve um dia em que ele bateu com a cabeça contra o joelho do pai e teve que ser levado para o hospital, mas essa história dele já ter sido internado cinco vezes por motivo de acidente é mentira do povo”, finalizou.

Fabrícia se encontrava aguardando a liberação do corpo do filho na manhã desta quarta-feira, 16, no Instituto Médico Legal de Barreiras.

Alô Alô Salomão

consultnvnghd,j img grande_opt