COTEGIPE: POLÍCIA AFIRMA QUE CRIANÇA FOI MORTA POR ESTRANGULAMENTO NO POVOADO DE TAGUÁ

O delegado de Cotegipe, Leonardo Mendes esclarece que a perícia do Departamento de Polícia Técnica confirmou a suspeita levantada pelo hospital do município, de que a garota Anny Sofia Santos de Souza (um ano e onze meses) foi morta por estrangulamento. “A polícia Militar estava no encalço do padrasto da vítima, Diones Teixeira Modesto, “vulgo Jhone“, suspeito, que foi visto saindo da localidade de Taguá, onde ocorreu o crime, descendo o rio numa embarcação”, alegou o delegado.

A menor teve o pescoço fraturado e não apresenta hematomas, lesões ou outros sinais de que tenha caído. Mendes já trabalha com a hipótese de homicídio e deve instaurar Inquérito Policial para apurar as causas e circunstâncias do fato.

Maiana de Souza, irmã do pai da garota, João Pereira de Souza Neto alega que o provável autor da barbárie saiu recentemente da cadeia local (Barreiras/BA), onde cumpria pena por crime de homicídio. Ela disseram que, a mãe de Anny Sofia, Maria Aparecida Dias era companheira de convívio ou esposa do Jhone, com quem possui dois filhos, mas rompeu o relacionamento na época em que esteve encarcerado e passou a conviver com seu irmão. No entanto, pagou fiança para tirar o ex – companheiro da cadeia e voltou a morar com ele mais ou menos cinco dias após sua soltura. “Ela vendeu uma casa pra pagar a fiança dele e largou meu irmão sem brigas”, comentou.

Familiares preferem não explicar as hipóteses levantadas contra o suspeito, por temerem represálias. Ressaltaram que a menina morava com a avó materna em Riachão das Neves, mas foi levada para passear na casa da mãe em Taguá.  “Ele já matou um em Barreiras com várias facadas, na ‘rua do Bombril’, e se fez isso com minha sobrinha, é capaz de qualquer coisa”, declarou Maiana.

Por volta das 21h 00 desta segunda-feira (23), a delegacia de Cotegipe ainda não possuía informações sobre os trabalhos de buscas ao acusado. “Temos fortes indícios de que a Sofia foi morta por ele e estamos fazendo de tudo para localizá-lo”, finalizou Leonardo Mendes.

Suspeito procurado pela polícia

Fotos: Arquivo da família/redes sociais

Matéria atualizada às 23h 05 em 23/07/2018

Alô Alô Salomão