CREMEB OCUPA TRIBUNA POPULAR DA CÂMARA DE BARREIRAS

Image00001

Na sessão desta quarta-feira (15), a Tribuna Popular da Câmara Municipal de Barreiras foi ocupada pela delegada do Conselho Regional de Medicina em Barreiras a médica anestesiologista Drª. Isa Bessa, durante o tempo regimental a médica falou das funções e prerrogativas do Conselho Federal de Medicina, bem como do CREMEB com atuação regional, conceituando a entidade como a Casa da Ética Médica, com ocupações primordiais na fiscalização do exercício da medicina e na habilitação técnica adequada para o exercício profissional.

A representante falou de sua preocupação com os sucessivos erros administrativos cometidos no âmbito da saúde pública em Barreiras e no Brasil, que expõe os médicos a condições de trabalho indignas e penaliza os pacientes.
Em seguida, Drª. Isa respondeu a todos os questionamentos dos vereadores de maneira clara e elucidativa. O presidente Tito agradeceu a presença do CREMEB na Tribuna Popular representado por sua delegada regional Drª Isa Bessa e pontuou que o desejo do Poder Legislativo não é só indicar as dificuldades da gestão na área da saúde, mas principalmente ouvir as entidades de classe com o objetivo de aprofundar o diagnóstico e propor soluções reais que resultem em benefícios diretos para a população.

Usando da palavra no grande expediente a vereadora Karlúcia Macêdo, disse que as dificuldades na área da saúde no município tem grande semelhança com os desmandos da educação e que ambas tem por causa a falta de planejamento, ausência de prioridade no gasto público e falta de sensibilidade para com a população.

Já o vereador Lúcio Carlos (SD), disse não se conformar com as declarações da secretária de saúde, que aponta a falta de recursos financeiros para justificar os diversos problemas na área da saúde no município, “temos agora mais recursos do tínhamos outrora, por que não resolvem? Será por que com menos recursos no passado se cuidou melhor da saúde?” Indagou.

A vereadora Graça Melo (PSL), disse que o sistema de saúde em Barreiras sofre uma sobrecarga em face da negligência dos demais municípios da região que ao não investirem no atendimento básico em suas sedes canalizam a maioria do atendimento para Barreiras. Que os demais municípios deveriam cumprir com o seu dever de casa.

Por sua vez Marileide Carvalho (PSL), disse que as dificuldades de atendimento no sistema público obriga o povo a duras penas buscar o atendimento particular, e conclamou os profissionais médicos a também oferecerem atendimentos em valores mais acessíveis especialmente para a população carente.

O vereador Gilson Rodrigues (PROS), destacou a importância do projeto desenvolvido pela família de Drª Graça, afirmando que as boas iniciativas precisam ser apoiadas, especialmente em um momento em que o município vive uma crise nas ações sociais, nas ações do lazer e no atendimento médico.

Aguinaldo Júnior (PT do B), falou da importância da realização da reunião da Comissão Voluntária pela Segurança e Paz em Barreiras, ocorrida no Centro de Convenções do Hotel Murubixaba na segunda-feira (13), enalteceu a passagem do dia do Exército no próximo dia 19 de abril, bem como registrou seu esforço na conquista de vacinas contra febre aftosa, que serão distribuídas aos criadores que não tem condições de adquirir as vacinas.

Já Otoniel Teixeira (PC do B), falou do esforço e dedicação da ONG Lar de Emanuel, que sobrevive com grandes dificuldades, prestando relevantes serviços à crianças em situação de vulnerabilidade social no município, sem contar com o apoio da gestão municipal, o vereador registrou ainda o abandono vivido pelo esporte no município.
Vivi Barbosa (PC do B), cobrou na Tribuna iluminação pública no Povoado de Conquista.

Passado a Ordem do Dia todos os vereadores aprovaram Moções e indicações, em seguida o presidente agradeceu a presença de todos, nas galerias do plenário e de todos os ouvintes das rádios que transmitem as sessões oficiais da Câmara.

Por:ASCOM 

Edição de texto e imagens:Félix Silva

Alô Alô Salomão

20150331070700