Durante Operação Independência, 7 flagrantes de ultrapassagens irregulares foram registradas por hora de operação nas estradas federais da Bahia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou, às 23h59 de segunda-feira (7), a Operação Independência 2020 na Bahia. Neste ano, durante os quatro dias de operação, que teve início no dia 4 (sexta), agentes da PRF flagraram 702 motoristas ultrapassando em local proibido.

Esse tipo de infração é responsável pela maioria dos acidentes do tipo colisão frontal, onde o motorista não consegue efetuar em tempo a manobra de ultrapassagem ou força a ultrapassagem, colidindo frontalmente com o veículo que está trafegando no sentido contrário.

A conduta irregular de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada.

Um leito utilizado pela vítima de um acidente de trânsito que poderia ter sido evitado é um leito a menos para o tratamento das vítimas da Covid-19.

Este ano, durante os quatro dias da Operação Independência a PRF na Bahia registrou um total de 52 acidentes. Destes, 18 foram acidentes graves, quando resultam em, pelo menos, um óbito ou ferido gravemente. De sexta-feira (04) até às 23h59 de segunda-feira (07), 10 pessoas morreram durante os nas estradas baianas. Já o número de feridos totalizou 67 pessoas.

Reveja o Balanço completo da Operação Independência 2020 na Bahia – CLIQUE AQUI 

Dicas para uma viagem segura

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.

A PRF também orienta os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, a fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

PRF

Alô Alô Salomão