Errata sobre postos fechados em Barreiras por saída de médicos cubanos

Não era verdadeira a informação reproduzida do G1 pela maioria dos blogs e sites da região Oeste da Bahia, de que oito postos de saúde de Barreias, onde apenas médicos cubanos trabalhavam, suspenderam o atendimento à população e fecharam suas portas, nesta semana, após a saída desses profissionais estrangeiros. Também copiamos essa notícia e pedimos desculpas.

A assessoria de comunicação do município esclareceu que, já está providenciando a recomposição de profissionais médicos, em face da saída dos profissionais cubanos. Barreiras contava com 15 médicos oriundos da parceria neste programa, sendo destes, 08 de nacionalidade cubana, que deixaram de atender no município.

A cidade possui 12 Unidades Básicas de Saúde e 26 Unidades de Saúde da Família. A determinação do prefeito Zito Barbosa é que todas as 38 unidades continuem funcionando mesmo com a saída dos oito médicos cooperados internacionais para que não haja prejuízo no atendimento à população. Para tanto, a Secretaria Municipal de Saúde contratará novos médicos que assumirão o atendimento nestas unidades.

Além do atendimento médico, as Unidades de Saúde da Família em Barreiras seguirão ofertando atendimento nas áreas de enfermagem, odontológica, pré-natal, curativos, marcação de exames, vacinação e entrega de medicamentos.

Alô Alô Salomão