ESTAÇÃO SECA AUMENTA PRODUÇÃO DE ÁGUA EM BARREIRAS

Image00001

Com a chegada da estiagem, que se intensifica entre os meses de agosto a outubro, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) aumenta a produção de água em Barreiras para atender ao aumento do consumo pela população. O volume disponibilizado em relação ao período das chuvas (comparativo de agosto de 2014 com novembro de 2013) teve um incremento de 13%, o que representa cerca de 3,8 milhões de litros diários de água a mais para abastecer cerca de 50 mil unidades domiciliares na sede e em mais 20 povoados do município.

Com temperaturas que chegam à 40ºC e uma baixa umidade relativa, com mínima de até 10%, esta época do ano leva os habitantes de Barreiras a consumir mais água. Segundo o gerente da Embasa em Barreiras, Marcos Rogério Moreira, cerca de 29 milhões de litros de água tratada saem diariamente da estação de tratamento. “Embora haja o aumento da produção de água, a Embasa descarta riscos de desabastecimento e racionamento na cidade, pois temos uma boa disponibilidade hídrica nos mananciais da região”, reforça.

A empresa investiu, no ano passado, cerca de R$ 715 mil para a substituição de equipamentos na captação, no Rio de Ondas, e na estação de tratamento de água (ETA), elevando em 21% a produção de água tratada, calculada atualmente em 1.500 metros cúbicos por hora.

Mesmo com infraestrutura e disponibilidade hídrica para abastecer regularmente toda a cidade, a Embasa trabalha intensivamente na redução de perdas no sistema causadas por vazamentos na rede e por ligações clandestinas. Houve uma redução de 1% no índice de perdas (comparativo de agosto de 2013 com agosto de 2014), o que significa 8,7 milhões de litros que deixaram de ser desperdiçados em vazamentos ou consumidos sem a remuneração devida pelo serviço prestado.

Social – Além da recuperação de perdas, a área social da Embasa também desenvolve, ao longo do ano, um trabalho de sensibilização da comunidade para o consumo consciente, com palestras em escolas e visitas à estrutura da empresa, sempre recomendando o uso moderado e sem desperdícios da água tratada pela Embasa.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embasa
Alô Alô Salomão

 

ÓTICAS LÚMINA: 02-09