FALSA ACUSAÇÃO CONTRA CRIANÇA NO SUPERMERCADO ATACADÃO VIRA CASO DE POLÍCIA

7ccdbb66-70cc-4446-8f78-609e96038ac0_opt

Autora de uma denúncia na delegacia de Barreiras registrada na noite desta sexta-feira, 12, a senhora Laudenice Canuto Lemos de Oliveira, de 51 anos, alega ter passado por humilhação ao ver sua filha de dez anos ser acusada de consumir um iogurte no interior do supermercado Atacadão, na cidade de Barreiras/BA, de onde teria saído sem pagar à conta.

Ela promete processar a empresa por danos morais, porque a menina foi abordada e acusada de furto quando saia do estacionamento do estabelecimento comercial, por uma funcionária uniformizada que se apresentou como atendente de caixa. “Ela ainda disse que enquanto a menina bebia o iogurte eu fiquei na frente para ninguém perceber”.

893a62ac-d3e0-45b9-9baa-b787c8a29335_opt

Segundo Laudenice, diversas pessoas presenciaram a abordagem constrangedora realizada pela jovem funcionária e um segurança do supermercado, que lhe obrigaram a pagar o iogurte. A Mesma apareceu na delegacia com a embalagem vazia apresentada pelos acusadores e o cupom fiscal, que comprova o pagamento forçado.

De acordo com um dos agentes plantonistas da delegacia, a situação vexatória a que expuseram as consumidoras configura abalo moral, devendo a empresa ser investigada, e havendo comprovação de danos morais, reparar os prejuízos causados.

A mulher disse ainda que, a Polícia Militar foi até o local verificar as imagens do serviço de monitoramento do supermercado e não constatou o que havia sido dito pela funcionária. O fato aconteceu nesta quinta-feira, 11.

Alô Alô Salomão

d´FRUT

d´FRUT