FAMÍLIA DENUNCIA FALTA DE MÉDICO LEGISTA NO DPT DE BARREIRAS

Image00001

O Departamento de Polícia Técnica de Barreiras ficou sem médico legista desde a noite de sábado, 03, o que gerou sérios constrangimentos aos familiares de vítimas que deram entrada no IML Regional no plantão das últimas 24 horas.

Image00002

A direção do DPT informou que o médico Paulo Henrique seria o encarregado pela a escala de trabalho, mas não justificou a ausência e nem pelo menos atendia ao telefone. A vereadora Marileide também foi acionada para tentar localizar o legista através de contato telefônico, porém não obteve êxito. Ela promete colocar o assunto na pauta de debates da Câmara municipal na próxima sessão ordinária.

João Jacinto da Cunha, 59 anos, morreu atropelado por uma carreta na Rua José Bonifácio, Loteamento JK, por volta das 19h 00 de ontem, mas até às 11h 30 deste domingo, 04, seu corpo ainda não tinha sido examinado.

O perito criminal Claudemiro Pires, coordenador do órgão, não mediu esforços para tentar ajudar a família que ameaçava retirar o corpo do necrotério e levar para casa sem realizar necropsia. “Como medida de emergência tentei escalar outro profissional, mas não foi possível. Vou fazer uma ocorrência administrativa e encaminhar para a Ouvidoria Estadual apurar”, advertiu.

Casado com a sobrinha do falecido, o Diretor/Presidente do Instituto de pós-graduação LDA, Lísias de Deus Almeida questionava sobre os danos materiais e morais causados pela demora no atendimento, que considera negligência médica. “Será que ele vai devolver o dinheiro desse plantão? Porque nós pagamos por isso”, argumentou.

Image00003

Adailton Jacinto de Souza, irmão de João Jacinto procurou a nossa reportagem para divulgar o ocorrido e promete denunciar perante as autoridades competentes, a atitude que ele avalia como um desrespeito ao morto e sua parentela. Também reclamou de erro no preenchimento do atestado de óbito nos itens grau de instrução e estado civil.

Nossa redação não descobriu o motivo da demora no atendimento. Apesar dos contatos por telefone, até a conclusão desta matéria não conseguimos falar com Paulo Henrique para que esclarecesse sua falta no plantão.

Pessoas de Cotegipe e de Bom Jesus da Lapa, também aguardavam autopsia e liberação de dois corpos de vítimas de suicídio que estavam no necrotério. Todos foram examinados e liberados com a chegada do médico jurisperito no início da tarde, por volta das 12h 30.
Assunto relacionado: Aposentado morre atropelado no Loteamento JK

Alô Alô Salomão

 

TEC VIDROS