FAMÍLIA PEDE INVESTIGAÇÃO DA MORTE DE IDOSA NO BAIRRO MORADA DA LUA

DSCF9365_opt

Uma idosa de 73 anos foi encontrada morta em sua casa na Rua França, em frente à escola Carmosa de Melo, bairro Morada da Lua em Barreiras/BA, na noite deste sábado, 06. O corpo já está em avançado estado de decomposição. Domingas Bispo de Souza, natural de Riachão das Neves/BA, morava sozinha, não costumava se comunicar com vizinhos e só abria a porta da casa para dar comida ao cachorro de estimação e toda quarta-feira saia para a igreja.

DSCF9383_opt

Estranhando a ausência dela desde terça feira, 02, na noite de ontem (06) um vizinho entrou na casa, ao perceber que o portão estava aberto, tendo a encontrado numa cama do seu quarto, seminua. Outro detalhe estranho, segundo a Polícia Militar, foi encontrar o interruptor de energia da residência desligado.

DSCF9331_opt

A PM chegou ao local por volta das 20h 00 e até às 23h 00 aguardava a chegada da equipe do DPT, que segundo a Polícia Militar recusa fazer a perícia e remoção do corpo para o IML, alegando que o idoso tinha sido vítima de morte natural. Familiares ficaram indignados e exigiram que a necropsia fosse realizada.

De acordo com o delegado Alírio Oliveira, por se tratar de uma morte suspeita, o trabalho de perícia médica legal seria imprescindível. Agentes do DPT chegaram horas depois para realizarem o ‘levantamento cadavérico’ e translado da vítima para o complexo policial do bairro Aratu. “Somente a perícia poderá dizer o que de fato aconteceu com esta senhora. Já solicitei a realização de trabalho pericial”, disse o delegado.

DSCF9364_opt

Os anciães, Carlos de Oliveira Moraes e Erasmo Rodrigues de Miranda disseram que Maria Joana era seguidora fiel de sua religião. “Ela nunca perdia cultos e costumava se sentar no mesmo banco da igreja. Vai fazer muita falta”, comentou um dos anciães.

DSCF9387_opt

O líder comunitário José Pereira Rosa e a senhora Cândida Brandão, irmã da idosa cobraram apuração das causas de sua morte. “Por ser uma pessoa muito organizada e muito desconfiada de tudo, acho improvável que a mesma tenha deixado à porta de casa aberta. É bastante estranho e deve ser investigado”, comentou Cândida.

DSCF9368_opt

Erasmo ressaltou que os cultos acontecem no sábado pela manhã, domingo e quarta à noite e é comum alguns membros faltarem nesses dias. “Nosso termômetro é o sábado e somente ontem ela tinha se ausentado. Alguns irmãos já havia sentido falta dela e estavam planejando a visita-la, como sempre faziam quando ela faltava”.

Alô Alô Salomão

bel-guincho-659x228