FASB PROMOVE TREINAMENTO PARA FUNCIONÁRIOS DO HOSPITAL DO OESTE

30_opt (2)

Os estudantes do 4º semestre de Administração da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB) ministraram nos dias 29 e 30 de outubro um treinamento sobre “Qualidade no Atendimento” para cerca de 40  funcionários do Hospital do Oeste (HO) em Barreiras. Os acadêmicos realizaram também um diagnóstico situacional do atendimento do hospital, ressaltando os pontos fortes/fracos e oportunidades/ameaças, como forma de contribuir no aperfeiçoamento do atendimento na unidade hospitalar.

30_opt (1)

A técnica encarregada do setor de segurança e transporte do HO, Cryslaine Sales, acredita que o curso é importante para todos que atendem ao público externo. “Atendemos a todo o momento pessoas que procuram a instituição em momento de vulnerabilidade ou extremos, a exemplo de pessoas cujos familiares correm risco de morte, ou que estejam visitando quem acabou de nascer”, expõe. O acadêmico Diego Ronie Guedes, que ministrou o curso, explica que a atividade integra a Empresa Júnior de Administração da FASB como forma de levar para a prática os conhecimentos ensinados durante as aulas.

30_opt

A docente coordenadora do projeto, a administradora Ana Cristina Marçal, explica que a turma foi dividida entre apoio e pesquisa para que durante duas semanas fossem extraídas informações ligadas à quantidade, qualidade e agilidade no atendimento do HO. “O que possibilitou maior aproveitamento no treinamento, quando houve o reforço dos pontos considerados positivos e uma análise com oportunidades para aperfeiçoar o atendimento de pacientes e familiares”, explica.

Ao levar a demanda para a FASB, o diretor-geral do HO, Marcos Paulo Barbosa, explica que o objetivo é agregar mais uma atividade ao Programa de Qualidade do Serviço, já existente na instituição, que permite uma capacitação continuada das equipes de atendimento. “Foi uma ótima oportunidade para aperfeiçoar o primeiro atendimento, a exemplo de funcionários ligados ao cadastro de pacientes, o que permite maior humanização no contato com os familiares, permitindo maior confiabilidade do serviço prestado”, explica.

Por: Asscom/FASB

Postagem: Joselia Brito

Alô Alô Salomão

 

 

consultnvnghd,j img grande_opt