FORÇA TAREFA DA SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA DA BAHIA EM AÇÃO CONJUNTA COM A POLÍCIA DO GOIÁS PRENDE LÍDERES DE FACÇÃO CRIMINOSA

presos-ba

A Polícia Militar do Estado de Goiás, através do 28° BPM e do GRAER, em operação integrada com a Polícia Federal e Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública da Bahia prenderam dois integrantes de uma Organização Criminosa com atuação em Goiânia e em Trindade/GO, além de outros estados. O Líder da quadrilha, Jervan Santos de Jesus, vulgo “Tourinho”, 33 anos, que já atuou no Estado de Goiás e Minas Gerais, em Roubos a Banco, foi localizado em companhia do seu braço direito, Lourival da Silva Oliveira, vulgo “Louro”, 26 anos, responsável por vários homicídios na cidade de Jacobina/ BA em disputas pelo tráfico de entorpecentes na região.

Segundo o capitão do Grupo de Radiopatrulha Aérea da Polícia Militar (Graer), Paulo Henrique Ribeiro, informou que Jervan estava esperando Lourival, que chegava à capital em um ônibus. “A Polícia Militar da Bahia, de Goiás e a Polícia Federal levantaram informações e descobriram que eles estavam planejando novos furtos aqui. Conseguimos cumprir os dois mandados de prisão preventiva contra eles”, disse o capitão ao G1.

Ainda de acordo com o capitão, a principal atividade do grupo é abrir cofres e caixas eletrônicos. No entanto, o jovem de 26 anos também é suspeito de cometer um homicídio em Jacobina/BA, em disputa pelo tráfico de drogas. “Eles conseguem boa parte do dinheiro através dos furtos. Eles não costumam explodir os cofres, mas sabem exatamente como e onde cortá-los para achar o dinheiro. Depois, eles vão para o tráfico de drogas, onde fazem render esse dinheiro”, completou.

O policial disse ainda que a dupla já havia sido presa em Goiânia em 2014 por furtos que cometeram em bancos de Goiás. No entanto, foram soltos alguns meses depois. Conforme Ribeiro há um terceiro suspeito de participar do grupo, mas ainda não foi capturado. “Não temos mandado de prisão contra ele ainda, mas cumprimos mandado de busca e apreensão na casa dele, onde não foi encontrado nada. Infelizmente ele não estava lá, mas continuamos procurando. Ele também havia sido preso em junho de 2014 e conseguiu sair em outubro do mesmo ano”, relatou.

A polícia acredita que a dupla escolheu o estado do Goiás para se refugiar e permanecer atuando em operações criminosas. Ambos foram conduzidos para a Delegacia de Capturas onde vão cumprir o que detrmina a Lei.

Fonte: G1/GO com adaptações de Alô Alô Salomão

Alô Alô Salomão

mgb9nep