GOVERNO DEMORA INAUGURAR CENTRO DE DETENÇÃO E CADEIA PÚBLICA DE BARREIRAS REGISTRA NOVA REBELIÃO

cd57afb4-c5f0-46a2-a813-9d83b1f79cbc_opt

Com tiros de efeito moral, usando balas de borracha, agentes plantonistas do complexo policial do bairro Aratu conseguiram combater um princípio de rebelião na noite de ontem (26), por volta das 22h 00. Os detentos atearam fogo em colchões e fizeram muito barulho.

Os presos das celas um e dois, reservadas para estupradores e outros que foram ameaçados dentro da cadeia, conhecida como “ala do seguro”, começaram a pedir socorro, uma vez que, estavam sofrendo ameaças dos prisioneiros do cadeião.

A Polícia Militar foi acionada, mas quando chegou na delegacia a rebelião já estava controlada.  “Precisamos resolver isso, no máximo até segunda feira. Estão prometendo vir pra cima de nós, no momento de abrirmos a porta para colocar alimentos. Sugiro providências urgentes das autoridades competentes”, comentou um dos agentes investigadores, que prefere não se identificar.

Barreiras possui um Centro de Detenção com 80 por cento de suas obras concluídas, mas suspendeu os serviços, no início do ano, alegando problemas com a empresa que ganhou o processo de licitação e não dá previsão de quando volta a construí-lo.

PRESOS TENTAM PRATICAR NOVA EXECUÇÃO NA CADEIA PÚBLICA DE BARREIRAS

POLÍCIA E JUSTIÇA ADOTAM MEDIDAS PREVENTIVAS PARA TENTAR EVITAR NOVAS MORTES NA CADEIA DE BARREIRAS

MAIS UM PRESO DA JUSTIÇA É EXTERMINADO NA CADEIA PÚBLICA DE BARREIRAS

PRESOS EXECUTAM COMPANHEIRO DE CELA E MANDAM RECADO GROSSEIRO AO JUIZ DA VARA DE EXECUÇÕES PENAIS DO MUNICÍPIO

VEJAM OUTROS ASSUNTOS RELACIONADOS…

Alô Alô Salomão

alex-importados-pronto_opt