HOMEM EXECUTADO EM BOM JESUS DA LAPA TINHA O “STUPIM” CURTO

Sem título_opt
O senhor Cícero Alves alegou que seu sobrinho Luciano Alves de Oliveira, 37 anos, conhecido pelo apelido de Pit Bull era um homem que, por motivos banais, ficava furioso, grita ou agredia as pessoas com facilidade e isso comprometia seu convívio social e familiar.

Também destacou que o mesmo já tinha sido preso por brigas e por comercialização de armas e munições. “A família sempre deu muito conselho, mas ele não ouvia ninguém. Enfrentava até a polícia”.

6adc3de2-cd09-45f4-a6fb-1962a8d0f220_opt

Pit Bull foi executado com pelo menos 12 tiros de pistola, pelo carona de uma motocicleta de dados ignorados, no momento em que conversava com sua esposa e filhas pequenas, em frente a sua residência. A mulher ainda o advertiu sobre o estranho comportamento dos motoqueiros, que já tinham passado na mesma rua por duas vezes e observando sua casa. “Ele ignorou o comentário dela e de repente os camaradas já chegaram atirando”, disse.

O homicídio aconteceu na rua, bairro, em Bom Jesus da Lapa/BA, por volta das 22h 00 de terça-feira, 10. O IML de Barreiras realizou a necropsia do corpo e liberou na manhã de ontem (11). A polícia daquele município já investiga o crime.

Alô Alô Salomão

REFRIGERANTE d'FRUT