HOMEM SE VINGA DE TENTATIVA DE HOMICÍDIO CONTRA SUA MÃE

20160226192140_opt

Um homem identificado apenas pelo prenome de “João” sofreu tentativa de homicídio na noite desta sexta-feira, 26, no distrito de São José do Rio Grande, no município de Riachão das Neves. Segundo informações de um membro da família da vítima, o crime foi praticado por um individuo conhecido por Fernando da Tonha, o qual está foragido.

João foi atacado a caminho do cemitério para onde estava indo abrir uma sepultura. Ele desferiu um golpe de faca no braço de Tonha em 2015 e seu filho teria praticado o crime por vingança.

A tentativa de homicídio ainda não tinha sido registrada na delegacia de polícia de Riachão das Neves. A vítima recebeu socorro no local do crime e posteriormente foi encaminhada para o Hospital do Oeste em Barreiras.

A população do distrito de São José do Rio Grande, a segunda maior comunidade daquele município, localizado a mais ou menos 30 quilômetros da sede, sofre há muito tempo com a falta de segurança. Devido à ausência de policiamento no distrito e a difícil comunicação, sempre que necessitam, os moradores procuram a delegacia do município para registrar queixas e ocorrências policiais.

Um homem identificado apenas pelo prenome de “João” sofreu tentativa de homicídio na noite desta sexta-feira, 26, no distrito de São José do Rio Grande, no município de Riachão das Neves. Segundo informações de um membro da família da vítima, o crime foi praticado por um individuo conhecido por Fernando da Tonha, o qual está foragido.

João foi atacado a caminho do cemitério para onde estava indo abrir uma sepultura. Ele desferiu um golpe de faca no braço de Tonha em 2015 e seu filho teria praticado o crime por vingança.

A tentativa de homicídio ainda não tinha sido registrada na delegacia de polícia de Riachão das Neves. A vítima recebeu socorro no local do crime e posteriormente foi encaminhada para o Hospital do Oeste em Barreiras.

A população do distrito de São José do Rio Grande, a segunda maior comunidade daquele município, localizado a mais ou menos 30 quilômetros da sede, sofre há muito tempo com a falta de segurança. Devido à ausência de policiamento no distrito e a difícil comunicação, sempre que necessitam, os moradores procuram a delegacia do município para registrar queixas e ocorrências policiais.

Alô Alô Salomão

FRETE-659x45621-659x456-659x45611