Incêndio destrói parcialmente depósito de plástico em Feira de Santana

Um incêndio de grande proporção atingiu um depósito de reciclagem, na madrugada desta sexta-feira (26), em Feira de Santana. O fogo começou no setor de máquinas e causou uma destruição parcial do depósito, que funciona num galpão. Somente uma perícia irá apontar a causa do incêndio. As chamas chegaram a sete metros de altura. O Corpo de Bombeiros informou que não houve vítimas.

O depósito está situado na Rua Baneb, no Centro Industrial do Subaé (CIS). O incêndio começou pouco depois das 2h30. O Corpo de Bombeiros foi acionado e está no local desde às 3h40, com sete veículos e 50 bombeiros militares, um carro-pipa, uma retroescavadeira, além de caminhões-pipas do Exército. A área foi isolada e há risco de desabamento.

Em entrevista ao site Acorda Cidade, o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros, José Alberto Souza, disse que no local há 500 toneladas de plástico. “Esta quantidade de material reciclável está dificultando o combate ao incêndio. Fizemos uma avaliação no perímetro, para que este fogo não se propague para as empresas ao redor. São cinco viaturas, sendo duas administrativas e três operacionais, mais o apoio de dois carros-pipa do 35º BI e 16 homens. Estamos providenciando o reforço”, declarou.

O tenente-coronel disse ainda ao site que o incêndio deve durar mais de dois dias. “A preocupação nossa agora, como tem muito material e não tem como apagar isso aí, é confinar, isolar o que já está queimando, tirar o que tem probabilidade de ainda ser queimado e proteger as empresas ao redor. É incêndio para três, quatro dias ainda, e não adiantar tentar apagar. É confinar e deixar esse plástico queimar”, pontuou.

Segundo a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, bombeiros-militares ainda continuam no local.

 

Foto: Acorda Cidade

Fonte: Correios 24 horas

Alô Alô Salomão