JUÍZA SOFRE ASSALTO NO CENTRO DE BARREIRAS E SUSPEITO JÁ ESTÁ PRESO

Capturar_opt

A juíza de Direito, Marlise Freire Alvarenga foi vítima da violência que atinge os “quatro cantos” da cidade de Barreiras, região Oeste da Bahia.

De acordo com as primeiras informações, a magistrada foi surpreendida pelo bandido, armado com um revólver, na noite de domingo (07), por volta das 20h 30, na Rua Aníbal Alves Barbosa, no centro da cidade.

Depois de abordada pelo marginal, ela teria sido ameaçada e obrigada a entregar seu iphone 6, da marca Apple.

Diante da violência sofrida, Alvarenga registrou uma queixa no Plantão da delegacia de polícia, no complexo policial do bairro Aratu e a Polícia Militar iniciou os trabalhos de busca ao tomar conhecimento do fato.

A prisão aconteceu no dia seguinte ao crime, graças às informações de que o acusado estava numa bicicleta, usava camisa de cor laranja, com um número estampado nas costas e bermuda de cor escura. A juíza também o descreveu como sendo de estatura alta, porte físico forte e ombros largos. A Polícia Militar o localizou em sua residência, na Travessa Geraldo Magela, bairro Vila Amorim, por volta das 16h 30 de segunda-feira, 08.

O suspeito Micael da Silva Pereira, 21 anos, foi flagrado de posse do aparelho roubado, vinte chips de diferentes operadoras de telefonia, dois cartões de memória, munição de calibre 380, simulacro de revólver (material plástico) e a camiseta que possivelmente usava na ocasião do assalto à magistrada.

As denúncias de assaltos são comuns em Barreiras.  Os bandidos preferem os pedestres, mas também têm roubado motos e carros, além de aparelhos celulares e carteiras de bolsos com cartões magnéticos, dinheiro e documentos.

Alô Alô Salomão

D' FRUT REFRI