Justiça proíbe comércio e consumo de bebida alcoólica durante eleição em Barreiras

 

 

Durante votação do primeiro turno das eleições, no próximo domingo (7), a Justiça eleitoral de Barreiras determinou a aplicação da Lei Seca, prevista no artigo 347 do Código Eleitoral.

De acordo com o Juiz Eleitoral, Dr. Ronald de Souza Tavares Filho, em entrevista ao repórter Jota Silva, âncora do programa “Poder da Notícia” na rádio Oeste FM, o eleitor não poderá consumir bebida alcoólica no dia da eleição, a partir de 00h 00 até o fechamento das urnas às 17h 00. O infrator flagrado poderá pegar pena de prisão de três meses a um ano e pagamento de 10 a 20 dias-multa.

O Código Eleitoral foi criado em 1960 e proibia o comércio e consumo de bebidas alcoólicas em todo o território nacional, mas nem todos os municípios brasileiros cumprem o que determina a Lei. “Isso foi feito em princípio para assegurar uma tranquilidade maior, em função também das limitações que nós temos em relação ao estado e considerando, também, que o álcool tem efeito potencializador. A fim de evitar maiores problemas, houve esta restrição”, comentou o juiz.

 

Confira o documento.

 

Alô Alô Salomão.