LADRÕES ATERRORIZAM DURANTE ASSALTO EM FARMÁCIA NA ÁREA DO CENTRO DE ABASTECIMENTO DE BARREIRAS

novo-blog

Dois bandidos armados assaltaram a farmácia Drogamil no centro da cidade, por volta das 21h 40 desta terça-feira, 21, em Barreiras, oeste da Bahia. De acordo com declarações do proprietário Wendson da Silva, eles conseguiram roubar aproximadamente R$ 300 mil do caixa.

DSCF7951_opt (1)

Os assaltantes entraram armados na farmácia com dois revólveres cromados e usavam capacetes. Renderam cinco funcionários, foram no caixa registrador de onde retiraram todo o valor, ameaçaram a gerente, funcionários, o dono do comércio, derrubaram um monitor de computador que estava no escritório e ainda praticaram atos obscenos contra uma das funcionárias. As câmeras de segurança captaram todas as imagens da ação.

Pela terceira vez assaltam a farmácia. No roubo anterior, os bandidos levaram mais de R$ 3 mil. “Eu quero pedir aos responsáveis pela iluminação e segurança pública, que pelo amor de Deus mandem colocar lâmpadas nesta rua e nos dê segurança. Estamos traumatizadas e desesperadas com tantos assaltos”, contou a gerente que preferiu não se identificar.

Ainda segundo ela, os assaltantes saíram a pé e foram vistos por pessoas que passavam no local correndo pela calçada e “dobraram” a primeira esquina. A polícia foi acionada e saiu à procura dos ladrões, porém não encontrou pistas. “A PM mandou quatro viaturas, mas eles devem ter fugido de moto. Estamos cansadas de registrar queixa na delegacia e não ver resultado. Desta vez saímos do Complexo Policial, que também está às escuras, perto de meia noite. É muito sofrimento para quem está trabalhando!”, completou a gerente.

Têm sido frequentes os casos de assaltos nas imediações do Centro de Abastecimento de Barreiras, um dos principais setores do comércio local. As ações podem ser comandas pela mesma dupla, e pode ter a participação de um menor infrator com várias passagens registradas na delegacia. As vítimas disseram que ele já esteve detido por roubo nas imediações do CAB, e foi liberado imediatamente por causa da menoridade.

Alô Alô Salomão

 

JAVAN MODAS