LAUDO DO DPT CONFIRMA ATOS DE PEDOFILIA E SEXO GRUPAL DO SOLDADO JOILSON, ESPOSA E AMANTE COM FILHOS MENORES

Image00003

Os crimes foram denunciados no mês de fevereiro de 2014 na Coordenadoria Regional de Barreiras – BA, mas somente agora o Departamento de Polícia Técnica em Salvador-BA emitiu o resultado do laudo pericial. O documento chegou nesta quinta-feira, 26, na delegacia local.

Image00001

O delegado Carlos Freitas afirmou ter ficado atônito ao receber o relato teórico da polícia científica sobre os atos de pedofilia e sexo grupal envolvendo as quatro crianças de 05, 06, 09, 12 e a adolescente de 13 anos, praticados pelo desertor soldado da Polícia Militar Joilson Lacerda Santana, sua esposa, a pedagoga Maria de Jesus Borges, a amante Carla de Jesus dos Santos, mãe dos menores violentados. Tudo ocorria nas residências do casal na sede de Riachão das Neves-BA e na fazenda Estivinha no mesmo município.

Image00002

O material periciado contém vídeos pornôs com cenas de sexo entre os três acusados e os menores. Tudo era arquivado pelo pedófilo em CD´s, HD,s, pen driveres e cartões de memória. “São cenas repugnantes e desumanas. O laudo pericial apenas confirma o que já tinha sido dito pelas vítimas”, observa Freitas.

Algumas imagens, ainda segundo ele, mostram a mãe abusando dos filhos, os quais também eram compelidos a praticar atos imorais com Maria e Joilson. “Eles ainda exibiam filmes com cenas pornôs na presença daqueles inocentes. São fatos comoventes e nojentos”.

No início das investigações, a garota de 13 anos declarou que vinha sendo abusada sexualmente pelo casal e a própria mãe a partir dos dez anos.

Na segunda-feira, 30, o material e o laudo pericial serão encaminhados ao juiz da comarca de Riachão das Neves, Euclides dos Santos Ribeiro Arruda. O delegado afirma que o conjunto de provas colhidas pela polícia seja suficiente para incriminar os acusados, e promete intensificar as buscas a fim de prender o soldado e a amante que estão foragidos. A esposa dele foi presa assim que a polícia iniciou as investigações, mas conseguiu alvará de soltura e atualmente está cumprindo pena em regime domiciliar.

Notícia relacionadaPOLICIAL MILITAR É ACUSADO DE PEDOFILIA E SEXO GRUPAL COM AMANTE E SEUS FILHOS MENORES

Alô Alô Salomão

 

Sem título