LAVRADOR ASSASSINADO EM COCOS TEVE BRAÇOS E ROSTO MUTILADOS

905aff0b-f265-456e-bdbc-1d63209708c0_opt

O lavrador Anísio Oliveira Rodrigues, 62 anos, foi encontrado pelo seu primo Isidoro Alves de Moura que estava em companhia do vizinho Nivaldo Lima Lacerda, por volta das 19h 00 desta quarta-feira, 20, com o corpo mutilado a golpes de instrumento cortante, no quintal de sua propriedade rural, denominada fazenda Riacho, município de Cocos/BA.

Eles contam que ouviram gemidos vindos de sua casa e foram até o local, onde o encontraram ensanguentado e se contorcendo no chão. O vizinho mais próximo era sua esposa, de quem estava separado de corpos há muito tempo. Ela tinha saído para visitar parentes e não viu o assassinato.

Os dois o socorreram para o hospital municipal, a 35 km do povoado em que ocorreu o fato, com ferimentos graves no rosto, ombro e nas mãos, onde faleceu por volta das 20h 00 do mesmo dia. O autor e arma do crime não foram encontrados.

Iraci Oliveira Rodrigues conta que seu irmão Anísio respondia processo por homicídio contra um vizinho, filho de um senhor conhecido pelo apelido de Elias. Ressaltou que, depois disso, esteve foragido por dois anos, porém resolveu voltar para sua terra natal, onde fazia consumo de bebida alcoólica constantemente. “A gente deu conselhos para que ele fosse morar longe dali e também evitasse ‘cachaçada’, mas não obedeceu e está ai o resultado”, comentou.

O corpo de Anísio foi examinado nesta quinta-feira, 21, pelo médico legista Osório Amorim, plantonista do Instituto Médico Legal do Complexo Policial de Barreiras. “Deceparam a mão direita e quase deceparam o outro braço, perto do ombro. Parece que foram golpes de machado ou um facão muito amolado”, finalizou.

Postagem: Maylla Mesquita

Alô Alô Salomão