LEM: PARENTES GARANTEM QUE JOVEM MORTO DENTRO DE AMBULÂNCIA ERA INOCENTE

O jovem que foi executado dentro de uma ambulância na BR-242, no trecho urbano de Luis Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, era coreógrafo e figurinista da Secretaria de Cultura da Cidade. Tiago Avelino, de 24 anos, estava sendo socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) quando foi assassinado. Minutos antes, tinha sido baleado durante uma ação da polícia que tinha um tio dele como alvo. Segundo parentes do jovem, Tiago pegou uma carona com o tio, Francisco de Assis Dementino, de 29 anos, conhecido como “Francisquinho”, e o veículo em que estavam foi abordado por policiais civis e militares.

Francisco era suspeito de tráfico de drogas e estava com um mandado de prisão em aberto, mas a família conta que Tiago era inocente. Francisco morreu ainda no local. Já o policiail Joelson e Tiago, atingido nas costas e nas pernas durante o confronto, foram levados, inicialmente, para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade e, em seguida, seriam encaminhados para o Hospital do Oeste. A Polícia Civil informou que as duas ambulâncias que levavam o PM baleado e o coreógrafo da UPA para o hospital se deslocaram ao mesmo tempo em direção à unidade médica. Mas um carro com homens encapuzados cercou a ambulância em que Tiago estava e os suspeitos assassinaram o rapaz. (G1)

SUSPEITO BALEADO EM OPERAÇÃO POLICIAL É EXECUTADO DENTRO DE AMBULÂNCIA

Alô Alô Salomão