Ministros do STF fazem campanha para aumento salarial

(Foto: reprodução)

Os Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) têm defendido reajuste salarial para o judiciário, pois de acordo com eles existe um estudo que aponta que a diferença entre o atual salário, R$33,7 mil, e o teto do INSS é pequena. Conforme informa a coluna Painel do jornal Folha de São Paulo, os integrantes da magistratura buscam convencer a presidente da corte, Cármen Lúcia, a incluir a revisão salarial na proposta do orçamento que ela enviará ao Congresso.

De acordo com o estudo que os Ministros têm em mãos, em 2002, o salário de um ministro do Supremo era 10,99 vezes maios que o pago aos aposentados. Hoje, essa diferença está em seis vezes. O teto atual do INSS é de R$5,6 mil.

A proposta levada a presidente da corte é que se restrinja o auxílio-moradia, pois segundo a tese apresentada por associações de magistrados um aumento salarial compensarias as perdas com a verba indenizatória.

Fonte: Redação VN

Alô Alô Salomão