MORADORES DE MAIS QUATRO BAIRROS DE BARREIRAS JÁ ESTÃO AUTORIZADOS A INTERLIGAR SEUS IMÓVEIS À REDE COLETORA DE ESGOTO

28_opt

Com o avanço da obra de ampliação do sistema de esgotamento sanitário de Barreiras, no oeste da Bahia, os moradores de mais quatro bairros já estão autorizados a interligar seus imóveis à rede pública coletora de esgotos implantada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa): Novo Horizonte, Bandeirante, Serra do Mimo e Flamengo. De acordo com a lei estadual nº 7.307/98 e decreto estadual nº 7.765/00, o proprietário ou morador é obrigado a fazer a ligação do seu imóvel à rede coletora de esgoto a partir do momento em que ela está disponível em sua rua.

Já os moradores dos bairros Loteamento Rio Grande e Vila Brasil estão recebendo notificações para que seus imóveis comecem a ser interligados à rede no prazo de 90 dias. A rede coletora nessas áreas está em fase de testes.

28_opt (1)

Avanço – Atualmente, cerca de 26% dos imóveis de Barreiras estão devidamente ligados à rede pública de esgoto, com um total de 12,6 mil ligações implantadas. Já contam com o serviço os imóveis dos bairros Bela Vista, Vila Rica, Vila dos Funcionários, Vila Amorim e parte do São Pedro, Centro Comercial (perímetro entre Princesa Isabel e Feira Livre), Sandra Regina e Jardim Ouro Branco, que ficam acima da Av. ACM; e os bairros JK e São Miguel (perímetro entre o Estádio Geraldão e Câmara de Vereadores), entre as avenidas Clériston Andrade e José Bonifácio.

Com o avanço da obra, o fiscal Teobaldo Gomes explica que as frentes de trabalho estão se concentrando na finalização e ajustes em estruturas, como as estações elevatórias (que bombeiam o esgoto para tratamento) e a estação de tratamento de esgoto. “Para garantir a funcionalidade da expansão do sistema de esgotamento sanitário e a retirada de esgoto das ruas e dos cursos d´água, será preciso um comprometimento da população para que, depois da notificação pela área social, a ligação do imóvel à rede pública de esgoto seja feita”, explica.

A obra de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Barreiras conta com investimento de R$ 109 milhões, sendo R$ 78 milhões com recursos na modalidade de empréstimo pelo FGTS/Caixa Econômica Federal, e R$ 31 milhões com recursos próprios da Embasa.

 Por: Ascom/Embasa

Postagem: Joselia Brito

Alô Alô Salomão

dr honorato_opt