MORRE O COMERCIANTE DIDI DA CASA NUNES

Image00001

O empresário Edgar Pereira Novaes, conhecido popularmente por Didi, morreu aos 85 anos, em sua residência na Rua Nova Olinda, bairro Vila Dulce, no início da madrugada de domingo, 01. De acordo com seu filho Sandro Edgar Novaes, em consequência de uma doença conhecida como Hidrocefalia, que provoca acúmulo de líquido no crânio. A enfermidade o deixou acamado durante cinco anos.

Image00002

Parentes e amigos foram à igreja São João Batista, no centro de Barreiras, acompanhar a missa fúnebre oferecida ao ilustre cidadão barreirense. Logo após, o corpo seguiu para sepultamento no cemitério São João Batista.

Image00007

Didi era natural de Angical/BA, mas chegou nesta cidade há mais de 50 anos. Sua disciplina e habilidade para administrar a empresa “Casa Nunes”, que sempre manteve a tradição de vender produtos da linha de armarinho e utensílios domésticos, eram admiradas por quem o conhecia.

A variedade de produtos e sua simpatia no atendimento à clientela tornaram seu comércio um dos mais populares do mercado barreirense, onde recepcionava pessoas de vários municípios da região Oeste da Bahia.

Image00006

Era casado com Terezinha Nunes de Lima, de 74 anos, com quem teve três filhos. Sandro e Sandra Edgar Novaes aprenderam a trabalhar com o pai desde a adolescência e há muitos anos ajudavam a manter a loja e demais negócios da família.

Image00004

Seu José Carlos Nunes dos Santos trabalhou quarenta anos com Didi e elogiou sua dedicação à família, seu comportamento como patrão, amigo e companheiro. “Era um cidadão muito humilde e sempre teve grande respeito por nós funcionários. Criei os meus filhos em sua fazenda e estou lá até hoje”.

Image00003

Sandro aproveitou a conversa conosco para convidar parentes e amigos para a visita de sétimo dia, no sábado, 07, às 17h 00 e missa às 19h 00 na Igreja do Perpétuo Socorro, no bairro Sandra Regina.

Alô Alô Salomão

maior