MORRE O JORNALISTA VINÍCIUS LENA

13603641_1181567105199942_6079248441343654561_o_opt

Morreu aos 86 anos, na manhã deste domingo, 03, o gaúcho da cidade de Jaguari, renomado jornalista barreirense, Vinícius Azzolin Lena, editor chefe do Jornal Nova Fronteira, membro da academia barreirense de letras.

Foi internado á mais de dez dias no Hospital do Oeste, após sofrer uma queda quando estava na chácara da família, pela qual fraturou a segunda vértebra cervical. O paciente ficou hospitalizado até a colocação de um Halo Colete, que o imobilizou da cintura para cima. Ainda teve alta médica e estava em casa onde recebeu carinho e atenção dos familiares, mas após três dias em sua residência foi acometido por uma infecção urinária que o obrigou a retornar ao hospital.

De acordo com publicação feita pelo Nova Fronteira on line, o volume de remédios ministrados para conter a infecção e a dificuldade em se alimentar, agravaram seu quadro de saúde, inclusive apresentando hemorragia interna, o que se fez necessária a aplicação de bolsas de sangue para aumentar os índices de hemoglobina no sangue. Amigos e familiares iniciaram uma campanha que reforçou a carência de sangue do Hemoba, para não deixar faltar sangue no tratamento do jornalista.

Apesar dos esforços, a complicação urinária agravou seu quadro clínico e provocou falência múltipla dos órgãos e sua morte em consequência de uma parada cardiorrespiratória.

12074945_1117945554884540_2706071043551927103_n_opt

História em Barreiras

Vinicius veio do Sul cultivar as férteis terras da região Oeste da Bahia, como muitos gaúchos que até hoje sobrevivem da agricultura aqui implantada, no entanto, mudou seus planos e decidiu assumir a direção do Jornal Nova Fronteira em 1989, no lugar de Vitor Lena, seu filho mais velho, assassinado misteriosamente. Seu desejo foi realizado, que era o de implementar e solidificar a marca criada por seu primogênito.

Muitos jornais impressos fecharam suas portas em Barreiras com o advento das novas tecnologias, as quais fizeram surgir à mídia digital que acelerou o processo de produção da notícia, mas com apoio do filho, o jornalista Eduardo Lena, além de sua forte vocação literária, Vinicius conseguiu acompanhar a evolução midiática, criando um diário on line e ainda mantendo o impresso quinzenalmente.

Foram 27 anos dedicados ao jornalismo profissional, que tornaram o Nova Fronteira uma conceituada ferramenta da notícia no oeste baiano.

Funeral

Seu corpo será velado no plenário da Câmara Municipal, após ser liberado do IML do complexo policial de Barreiras. O sepultamento deve acontecer nesta segunda-feira, 04.

Alô Alô Salomão/Informações do Jornal Nova Fronteira

Foto: divulgação

Alô Alô Salomão