MOTOTAXISTA NILSON TAMBÉM FOI ATINGIDO COM GOLPES DE ARMA BRANCA

Após realização de necropsia do corpo do mototaxista Nilson Ferreira da Silva, de 51 anos, o Departamento de Polícia Técnica constatou que além de ser agredido com um porrete, ele foi lesionado com dois golpes de faca na parte de trás do pescoço, em regiões letais. Na ocasião, o delegado esclareceu que o agressor, André dos Santos, de 38 anos, também confessou ter matado Nilson para roubar.

De acordo com relato policial, familiares e testemunhas alegam que o mototaxista transportava quase R$ 2 mil, mas o autor do crime diz que encontrou apenas R$ 100, 00 em sua pochete. Ele foi autuado pelo delegado Filipe Madureira por latrocínio (roubo seguido de morte), que prevê pena de reclusão de 20 (vinte) a 30 (trinta) anos, e multa.

O crime ocorreu na quarta-feira (11), no povoado de Barra do Riacho, município de Riachão das Neves. O autor foi preso por volta de meia-noite do dia seguinte numa casa de prostituição, no Distrito de Roda Velha, em São Desidério/BA.  Ao confessar o assassinato e afirmar ter agido de forma premeditada, declarou que tudo aconteceu após Nilson comentar que teve um caso com sua esposa (relação amorosa) e o chamado de corno, porém mudou essa versão ao ser interrogado pelo delegado.

Fatos relacionados:

BARREIRAS: POLICIAIS DA 85ª CIPM PRENDEM ACUSADO DE MATAR MOTOTAXISTA

 

ASSALTO E MORTE CRUEL DE MOTOTAXISTA COMOVE CATEGORIA EM BARREIRAS

Alô Alô Salomão